Letícia Birkheuer e Allan Souza Lima estrelam peça teatral baseada em livro de Nívea Stelmann

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Letícia Birkheuer e Allan Souza Lima, que são namorados na vida real, são os protagonistas da peça teatral “Dedo Podre”, dirigida por Alexandre Contini e produzida pela Ikebana, que é baseada no livro homônimo lançado pela atriz Nívea Stelmann, que atualmente interpreta Noemi na novela bíblica “A Terra Prometida” (de Renato Modesto), em exibição até fevereiro do ano que vem na Rede Record, em parceria com a escritora Lua Veiga. O espetáculo em questão, que foi adaptado do livro “Dedo Podre” pela autora-roteirista Caroline Margoni, possui previsão de estreia para setembro desse ano, mas a agenda ainda não foi divulgada. 

A atriz Letícia Birkheuer estreou na televisão em 2006 como Érica na novela Belíssima”. Depois, ela fez “Pé Na Jaca”, “Desejo Proibido”, “Cama de Gato”, “Império” e “Malhação – Seu Lugar no Mundo”. Nesse último projeto, ela interpretou a professora de natação Monique, que era mãe de Alina (Pâmela Tomé), personagem que agradou tanto ao público que deixou o posto de vilã para viver um romance com Uodson (Lucas Lucco). Com isso, os atores Felipe Titto, Guilherme Leicam e Marcela Fetter entraram para o elenco com o objetivo de suprir essa mudança, reforçando a vilania mantida ao ator Brenno Leone na temporada.

O ator Allan Souza Lima, por sua vez, estreou na televisão em 2007 como Meduso na trilogia Os Mutantes”, Caminhos do Coração” e Promessas de Amor”. Depois, ele fez “Caminho das Índias”, “Preamar”, “Guerra dos Sexos”, “Em Família”, “Jogos Clandestinos”, “Aquarius”, “Mais Uma História”, “Ópio” e “A Regra do Jogo”. Nesse último projeto, ele interpretou Nenenzinho. O personagem fingia que era irmão de Mel (Fernanda Souza) para se infiltrar na casa de Vavá (Marcello Novaes), mas era amante dela. Os dois foram transformados em cantores de funk, ocupando o lugar de Merlô (Juliano Cazarré), Ninfa (Roberta Rodrigues) e Alisson (Letícia Lima).

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.