Resumo Semanal: Novela “Sila”: 15/08/2016 a 20/08/2016

Capítulo 119, segunda-feira, 15/08/2016

A inimiga de Sila não se rende. Ela chama Boran porque se sente assediada por uns homens. Boran decide socorrê-la, enquanto Sila fica angustiada porque suspeita que seu marido tem algo com Zeinep. Finalmente, Zeinep descobre que está a ser perseguida por seu ex.

Capítulo 120, terça-feira, 16/08/2016

Boran está desesperado porque Sila fugiu de casa. O problema de tudo isso é que Berzan, o novo vilão, a encontra na praia.

Capítulo 121, quarta-feira, 17/08/2016

O ex- marido de Zeinep chega no escritório de Sila para exigir uma explicação sobre Boran, e porque estava na casa da psiquiatra. Ela reage mal e pede -lhe para deixar seu escritório, mas, antes de sair, o homem diz: não há pior cego do que aquele que não quer ver. Sila toma a decisão de sair de casa.

Capítulo 122, quinta-feira, 18/08/2016

Boran recebe um telefonema de Berzan. O homem diz que ele é responsável por sua má sorte e está muito perto de sua esposa. Sila está solitária e muito pensativo. No entanto, alguém a vigia.

Capítulo 123, sexta-feira, 19/08/2016

O líder da tribo explica a seu filho um plano a ser realizado, e pede para ele tomar uma decisão para o bem de todos. Além disso, diz que o título de Boran será devolvido.

Capítulo 124, sábado, 20/08/2016

Celil revela más notícias para Boran. Emir é sequestrado. Boran adverte que o problema é com ele, e diz que fazem de tudo para chamar sua atenção. Kerim diz Dilaver que Sila quer arrumar a sua casa com urgência. Dilaver faz um pacto com Berzan e diz a ele que, a partir de agora, eles não se conhecem. 

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.