Começa a escalação do elenco da novela “Novo Mundo”, substituta de “Sol Nascente”

http://noticiasdetv.com/
Foto: Reprodução / Matéria: Noticiasdetv.com

O diretor do núcleo de dramaturgia da Rede Globo, Sílvio de Abreu, inverteu a ordem das próximas novelas das 18h da Rede Globo. Na sequência de “Êta Mundo Bom” (de Walcyr Carrasco) e “Sol Nascente” (de Walther Negrão), será a vez de uma novela chamada “Novo Mundo”, cujo título provisório, até então, era conhecido como “Além-Mar”. O folhetim em questão vai marcar a estreia dos autores-colaboradores Thereza Falcão e Alessandro Marson na função de autores-roteiristas. Eles formaram parte de produções como A Regra do Jogo”, Joia Rara”, Avenida Brasil”, Cordel Encantado”, Cama de Gato”, Araguaia”, Desejo Proibido” e O Profeta”.

A escalação do elenco da novela “Novo Mundo”, que agora vai anteceder Amor e Morte” (de Rubem Fonseca, Bia Corrêa do Lago e Alcides Nogueira) e Anos Perdidos” (de Cláudia Lage), já começou, mas ainda não foram revelados quais são os primeiros nomes pretendidos. Apesar disso, são esperados que diferentes atores de “Liberdade, Liberdade” sejam aprovados nos testes, pois a sua equipe de produção é a mesma dessa nova novela das seis: a direção artística está sob a responsabilidade de Vinícius Coimbra, que conta com a parceria dos diretores gerais André Câmara, Bruno Safadi, João Paulo Jabur e Pedro Brenelli. 

A história, que é ambientada no ano de 1826, no Brasil Colonial pós “Liberdade, Liberdade”, gira em torno da morte da imperatriz Carolina Josefa Leopoldina de Habsburgo-Lorena, conhecida na história brasileira como Maria Leopoldina de Áustria, que é uma das esposas de Dom Pedro I, integrante da corte portuguesa. Aos 29 anos, a imperatriz se torna Rainha de Portugal, mas por apenas uma semana: ela morre após sofrer uma convulsão, agravada por sua preocupação com as amantes do marido. Os protagonistas do folhetim, que possui previsão de estreia para meados de março de 2017, são personagens que viajam no mesmo navio que ela.

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.