Com Luciana Bollina e Ana Paula Lima, gravações da terceira temporada da websérie “RED” começam em julho

http://noticiasdetv.com/
Foto: Reprodução / Matéria: Noticiasdetv.com

Aguardada com ansiedade pelo público, principalmente pela comunidade LGBT, a terceira temporada da websérie “RED”, escrita por Viv Schiller e Germana Belo, vai começar a ser gravada em julho para entrar no ar apenas no segundo semestre deste ano, sob a direção de Fernando Belo. A nova fase do projeto, que foi inteiramente financiada pelos fãs através das plataformas Catarse e Indie Gogo, vai levar um pouco mais de tempo para ser finalizada porque a sua equipe de produção fechou uma parceria com uma empresa que passa a ser responsável pela distribuição do conteúdo, que não está mais no Vimeo. 

Inspirada na novela “Em Família” (de Manoel Carlos), na série “The L Word” e na série “Orange Is The New Black”, a websérie “RED” é protagonizada pelas atrizes Luciana Bollina (Gaby Estrella”) e Ana Paula Lima (Os Dez Mandamentos”), que vivem, respectivamente, Mel Béart e Liz Malmo, duas atrizes que acabam tendo um envolvimento amoroso durante as gravações de um filme de curta-metragem, no qual, por sua vez, formam um par romântico: Scarlet e Simone. A princípio, esse envolvimento amoroso deixa as duas bem confusas porque Mel está com Henrique (Bruno Lamberg), ao passo que Liz está com Laura (Laura Menezes). 

Na campanha de financiamento coletivo do projeto, as autoras-roteiristas Viv Schiller e Germana Belo contam que o projeto em questão surgiu pela necessidade de criar algo que elas gostariam de assistir por parte de outras produções: a relação franca e genuína entre duas mulheres, isso sem classificação indicativa, tom didático ou merchandising social, como ocorre, por exemplo, nas novelas brasileiras. Elas apresentaram o projeto ao ator Fernando Belo, que mora nos Estados Unidos, e ganharam imediatamente o apoio dele como diretor. O ator, vale lembrar, participou das novelas “Boogie Oogie” (de Rui Vilhena) e “Sete Vidas” (de Lícia Manzo).

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.