Adriana Esteves vai viver a mãe de Letícia Braga e Júlia Dalavia na minissérie “Justiça”

http://noticiasdetv.com/
Foto: Reprodução / Matéria: Noticiasdetv.com

Após viver Inês na novela “Babilônia” (de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga), a atriz Adriana Esteves, que também viveu a Carminha de “Avenida Brasil” (de João Emanuel Carneiro), vai contracenar com o marido, Vladimir Brichta, na próxima minissérie da Rede Globo, “Justiça”, escrita por Manuela Dias, que estreia dia 22 de agosto, no lugar da novela “Liberdade, Liberdade” (escrita por Mário Teixeira e Márcia Prates), sob direção geral de Luísa Lima e Walter Carvalho, além da direção artística de José Luiz Villamarim. Contudo, contrariando as expectativas do público, os dois não vão formar um par romântico na história.

Na produção, a atriz Adriana Esteves vai defender a mãe da atriz Letícia Braga (que viveu a Aninha de “A Regra do Jogo”). Depois de uma passagem de tempo, a pequena passa a ser defendida pela atriz Júlia Dalavia (que viveu a Maria Tereza de “Velho Chico”), momento no qual a personagem torna-se uma prostituta. A trama possui, ao todo, oito protagonistas, que aparecem aos poucos, separadamente, mas com alguma conexão entre si. Vai funcionar assim: o núcleo dos quatro atores citados vai protagonizar a minissérie por apenas uma semana. Depois, vai ceder o seu lugar para algum outro núcleo.

O elenco completo da minissérie “Justiça” é formado pelos atores Adriana Esteves, Ângelo Antônio, Antônio Calloni, Camila Márdila, Cássio Gabus Mendes, Cauã Reymond, Débora Bloch, Drica Moraes, Enrique Diaz, Giovana Echeverría, Igor Angelkorte, Jéssica Ellen, Jesuíta Barbosa, Júlia Dalavia, Leandra Leal, Letícia Braga, Luísa Arraes, Marina Ruy Barbosa, Marjorie Estiano, Priscila Steinman e Vladimir Brichta. Os workshops já estão chegando ao fim nos estúdios da Rede Globo e, a partir da primeira semana do mês de maio, esse time embarca para a cidade de Recife, no estado do Pernambuco, para dar início às primeiras gravações externas do projeto em questão.

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos são reservados.