Resumo Diário: Novela “Cúmplices de um Resgate”: 28/03/2016

Capítulo 171, segunda-feira, 28/03/2016

Regina diz para Geraldo que fará Marina assinar um documento em que abre mão da administração do dinheiro de Isabela. A megera pensa que Marina realmente perdeu a memória. Com o documento ela acredita que conseguirá convencer Raul a passar a administração da fortuna para ela. Manuela escuta toda a conversa e fica preocupada. No vilarejo, Sabrina assume a culpa pelos atos de Omar e diz que foi ela quem sabotou a sorveteria. Enquanto isso, Priscila não quer comer por acreditar estar gorda, mesmo sendo magra. Ofélio pega documento escondido no escritório de Regina. Dinho está irritado e surta até mesmo com Meire. “Eu não sou mais o mesmo”, diz Dinho, que sofre por Helena estar namorando Fausto. Assustada, Meire corre para o apartamento de Alicia e pede ajuda para ela. Ofélio conta para Manuela que conseguiu o documento da guarda de Isabela. Manuela diz que o amigo esqueceu de apagar o documento do computador dela e por isso precisam impedir que Regina saia da mansão. Omar é ingrato com a ajuda de Sabrina. Mesmo assim, Sabrina está confusa se está gostando de Omar. Marta Lobo vai até a casa de Rebeca pra falar com ela e dona Nina. A enfermeira conta que o último parto que ela fez foi o de Rebeca, mas antes de contar o motivo, Isabela aparece. Marta Lobo (Luciana Carnieli) vai embora. Giuseppe comemora que finalmente o braço de Fiorina volta a se mexer. Safira vai até a casa de seus pais. Fortunato e Aurora cobram dela uma resposta sobre o que ela fez com Priscila. Sabrina conta para Dóris que está triste por Omar não vê-la de outra maneira, por estar gostando dele. Dóris diz que ela deveria se declarar. Surtado, Dinho tenta matar Bartolomeu a pauladas. Meire aparece para salvar seu gato. Alicia tenta falar com ele, que se irrita. Todos fogem dele. 

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.