Resumo Diário: Novela “Teresa”: 23/03/2016

Capítulo 123, quarta-feira, 23 de março de 2016

Mariano encontra Nico do lado de fora de sua casa e lhe dá um soco, ameaçando o mandar para a cadeia. Nico responde que se ele o fizer, sua namorada sofrerá as consequências. Mariano o adverte que se ele tocar em Aurora, o matará. Fernando, furioso, diz a Teresa que Arthur o alertou que ela poderia ser infiel a ele. Teresa responde que Arthur disse isso, pois está doido com o fim do relacionamento, mas caso Fernando não confie nela, é melhor nem começarem a se relacionar. Rubens acusa Esperança, dizendo que vão lhe dar uma prova de que seu bebê está vivo, mas que nem Renan nem Teresa devem saber disso. Teresa descobre, por Esperança, que Rubens e Genoveva são amantes há muito tempo. Nico ameaça Rubens com uma arma porque ele se nega a pagar uma dívida. Genoveva golpeia Nico na cabeça e, com a força do golpe e da queda, Nico morre. Oriana diz a Fernando que não perdeu a esperança de que ele reconsidere seu relacionamento com Teresa. Fernando responde que Oriana perde seu tempo, pois se casará com Teresa assim que ela se divorciar. Oriana então implora para que o filho ao menos case sob o regime de separação de bens. Luisa decide ir a Espanha para tentar refazer sua vida. Teresa vê quando Rubens e Genoveva atiram o corpo de Nico em uma vala. Regina sofre mais uma de suas crises quando Teresa a diz que Fernando não se casou com Luisa porque se apaixonou por ela. Arthur se desculpa com Lucia por tê-la beijado e garante que vai maneirar na bebida. Lucia diz para Arthur não se preocupar, pois sabe da situação que ele está passando, que são adultos e não vai cobrá-lo de nada. Fernando tenta agredir Mariano. Fernando diz a Teresa que não quer mais nenhum contato entre ela e Mariano. Roberto procura Arthur para que ele o ajude a adotar um bebê. Esperança diz a Rubens que ambos só farão planos quando ela tiver Rodrigo com ela. 

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.