Fora de “Lobo do Amor”, Paulo Vilhena fará a novela “À Flor da Pele”

Após viver Domingos em “Império” (novela escrita por Aguinaldo Silva), o ator Paulo Vilhena, que fez teste para viver um vilão na novela “Lobo do Amor” (escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari), concorrendo com Dan Stulbach, Gabriel Braga Nunes e Thiago Lacerda, está fora do páreo da próxima novela das 21h da Rede Globo, substituta de “Velho Chico” (escrita por Edmara Barbosa e Bruno Barbosa Luperi a partir do argumento de Benedito Ruy Barbosa). Agora, ele está reservado para o elenco da sua sucessora, “À Flor da Pele” (escrita por Glória Perez), por interesse do diretor geral Pedro Vasconcelos e do diretor artístico Rogério Gomes. 

O elenco da novela “À Flor da Pele” é formado até o momento pelos atores Aimée Madureira, Ana Beatriz Nogueira, Antônio Calloni, Bruna Marquezine, Cauã Reymond, Chay Suede, Débora Falabella, Déborah Secco, Emílio Dantas, Ísis Valverde, José de Abreu, Juliana Paes, Lilia Cabral, Paolla Oliveira, Paulo Vilhena, Rodrigo Lombardi, Sérgio Guizé, Stênio Garcia e Vera Fischer. A história gira em torno de uma policial militar do bem que possui sede de justiça, a ser defendida pela atriz Paolla Oliveira. Contudo, ela não é a única protagonista do projeto, ou seja, vai dividir o posto com Débora Falabella, Ísis Valverde e Juliana Paes.

No rol masculino, os protagonistas vão ser defendidos pelos atores Cauã Reymond, Emílio Dantas, Rodrigo Lombardi e Sérgio Guizé. Contudo, deste grupo, o ator Sérgio Guizé também é cotado para o elenco da substituta de “À Flor da Pele”, que é a próxima novela das autoras-roteiristas Thelma Guedes e Duca Rachid. As duas vão contar com a direção artística de Mauro Mendonça Filho, que foi responsável pela novela “Verdades Secretas” (de Walcyr Carrasco e Maria Elisa Berredo), nesta produção, que possui previsão de estreia para janeiro de 2018 na Rede Globo. Depois delas, será a vez de “O Sétimo Guardião” (de Aguinaldo Silva).

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.