Resumo Diário: Novela “Teresa”: 11/03/2016

Capítulo 115, sexta-feira, 11 de março de 2016

Teresa esbofeteia Lucia e a expulsa de casa. Joana conta a Aurora o que ocorreu com seu pai. Ambas se abraçam, chorando. Teresa, furiosa, diz a Arthur que expulsou Lucia de sua casa e que está certa de que ela andava fazendo coisas erradas, pois antes que ela tomasse a decisão de mandá-la embora, Lucia a insultou e disse atrocidades. Rubens, cínico, diz a Esperança que segue a amando e está seguro de que ela também ainda o ama. Esperança responde que a única coisa que sente por ele é desprezo. Rubens provoca Renan. Aída, furiosa, diz a Oriana que o negócio de “Lua Turquesa” não saiu como esperava. Oriana a diz que Fernando é quem vai comprar o negócio, e que sabe que ele o fez por Arthur e também por Teresa. Aída responde que Teresa pode ter persuadido Fernando para que ele os ajudasse. Teresa, hipócrita, diz a Fernando que Arthur tem sido infiel com Lucia, e certamente Luisa sempre soube dessa situação. Teresa finge estar sentida e Fernando a beija. Genoveva tenta convencer Mayra a apoiar Aída porque Teresa não é nem um pouco confiável. Mayra responde que enquanto Rubens aprontou todas com ela, Teresa a abriu os olhos quanto a Esperança. Arthur explica a Teresa que pediu a Lucia um desenho para que a presenteasse. Teresa, furiosa, responde que ainda assim não quer a mulher em sua casa, pois tem certeza que ela o ama. Luisa conta a Fernando o mal entendido entre Arthur e Teresa. Ele a diz que Arthur tem se portado muito mal com Teresa, e nem podem levar Teresa a mal se ela resolver se divorciar. Teresa, obrigada por Arthur, finge se desculpar com Lucia e lhe diz que ela pode seguir trabalhando com eles. Lucia responde que só ficará para terminar o projeto em andamento e irá embora. Arthur e Teresa compram “Lua Turquesa” com o dinheiro que Fernando os emprestou. Aurora e Mariano se beijam.

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.