Série “Sem Volta” gira em torno do personagem de Eduardo Melo

Após viver Joaquim na novela I Love Paraisópolis e Guilherme no filme de longa-metragem Depois de Tudo, o ator Eduardo Melo, que também fez Malhação – Casa Cheia, agora está no elenco da série Sem Volta, uma novidade que a Rede Record prepara em coprodução com a Panorâmica. Com treze episódios em sua primeira temporada, que é escrita por Gustavo Lipsztein e dirigida por Edgard Miranda, a série em questão fala sobre um grupo de aventureiros que resolve se arriscar em uma montanha e acaba sofrendo um grave acidente por causa de um temporal repentino.

A história gira em torno do personagem do ator, Carlinhos, que pede aos pais para fazer o seu aniversário de 16 anos no pico da Agulha do Diabo, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, situado em Teresópolis, no interior do estado do Rio de Janeiro. Os pais de Carlinhos atendem o pedido do filho e convocam todos os familiares para a prática do montanhismo, além dos amigos mais próximos, sendo que eles já possuem certa experiência prévia no esporte. A partir de então, acontecem alguns desentendimentos entre eles e uma chuva torrencial os leva à uma tragédia. É que a Guarda Florestal só encontra alguns deles vivos.

Ao pedir que o seu aniversário seja comemorado no pico, Carlinhos possui como intenção facilitar a reconciliação dos pais, que andam brigando muito e estão a ponto de se separarem. Para poderem sobreviver ao temporal, os aventureiros são obrigados a deixarem as suas desavenças de lado para conseguirem ajudar uns aos outros. O elenco da série Sem Volta é formado pelos atores Ângela Leal, Ângelo Paes Leme, Camila Rodrigues, Camilla Camargo, Cláudia Mauro, Eduardo Melo, Flávia Monteiro, Gustavo Leão, Heitor Martinez, Henri Pagnoncelli, João Vitor Silva, Juliana Schalch, Mafalda Rodiles, Maria Eduarda Miliante, Mariana Molina, Nicola Siri, Rhaisa Batista, Roger Gobeth e Sílvio Guindane.

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.