Exclusivo: Yasmin Gomlevsky e Yanna Lavigne: prostitutas em “Liberdade, Liberdade”

Na próxima novela das onze da Rede Globo, Liberdade, Liberdade, que possui estreia programada para o dia 11 de abril, antecedendo as olimpíadas e a exibição da minissérie Justiça, desenvolvida pela autora-roteirista Manuela Dias, as atrizes Yasmin Gomlevsky e Yanna Lavigne, que viveram, respectivamente a Joaquina de Malhação – Sonhos e a Júlia de Ligações Perigosas, vão defender Vidinha e Mimi, duas prostitutas do cabaré de Virgínia (Lilia Cabral), que, por sua vez, é mãe de Rubião (Mateus Solano), o ‘melhor amigo’ que delata Tiradentes (Thiago Lacerda) para a coroa portuguesa e posteriormente começa a namorar Joaquina (Andreia Horta), filha dele. Ao passo que Vidinha é o braço direito de Virgínia na administração do cabaré de Vila Rica, em Minas Gerais, Mimi é uma prostituta ousada que promete sequências de nudez. As duas farão parte do mesmo núcleo de Gironda (Hanna Romanazzi), que planeja leiloar a sua virgindade.

A novela Liberdade, Liberdade é escrita por Mário Teixeira a partir do argumento de Márcia Prates. Sob a direção geral de André Câmara e Pedro Brenelli, o folhetim conta com a direção artística de Vinicius Coimbra. Integram o elenco os atores Andreia Horta, Aramis Trindade, Bruce Gomlevsky, Bruno Ferrari, Bukassa Kabengele, Caio Blat, Chris Couto, Dani Ornellas, David Junior, Dudu Varelli, Gabriel Palhares, Genézio de Barros, Guilherme Piva, Hanna Romanazzi, Heloísa Jorge, Juliana Carneiro da Cunha, Ju Colombo, Laís Pinho, Letícia Isnard, Letícia Sabatella, Lilia Cabral, Maitê Proença, Marco Ricca, Marcos Oliveira, Mariana Nunes, Mateus Solano, Mel Maia, Nathália Dill, Nikolas Antunes, Olívia Araújo, Osmar Prado, Regina Duarte, Ricardo Pereira, Rômulo Estrela, Sheron Menezzes, Thiago Lacerda, Vitor Thiré, Yanna Lavigne, Yasmin Gomlevsky e Zezé Polessa. 

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.