Exclusivo: Leopoldo Pacheco é Emílio na novela “Velho Chico”

O ator Leopoldo Pacheco, que está se preparando para gravar Haja Coração, folhetim de Daniel Ortiz que está programado para substituir Totalmente Demais a partir do dia 16 de maio, vai aparecer antes em uma participação especial na próxima novela das nove da Rede Globo, Velho Chico, que estreia dia 14 de março, sucedendo A Regra do Jogo (de João Emanuel Carneiro) e antecedendo Minha Sagrada Família (de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari). Na história, ele vai viver Emílio, o médico da fictícia cidade de Grotas, situada no estado da Bahia.

Escrita por Edmara Barbosa e Bruno Barbosa Luperi com a supervisão de Benedito Ruy Barbosa, a novela Velho Chico conta com a direção geral de Antônio Karnewale, Carlos Araújo, Gustavo Fernandez e Philippe Barcinski, sendo que a direção artística é de Luiz Fernando Carvalho. O elenco completo é formado pelos atores Antônio Fagundes, Bárbara Reis, Betran Duarte, Bruna Caram, Camila Pitanga, Carla Fabiana, Carlos Betão, Carol Castro, Chico de Assis, Chico Diaz, Christiane Torloni, Cristiane Ferreira, Cyria Coentro, Dadá Venceslau, Davi Caetano, Denise Correia, Dira Paes, Diyo Coelho, Domingos Montagner, Eugeni Etore, Evana Jeyssan, Fabíula Nascimento, Fernando Teixeira, Francisco Carvalho, Gabriel Leone, Gerônimo Santana, Gésio Amadeu, Giullia Buscacio, Irandhir Santos, Isabella Aguiar, Ivann Gomes, Larissa Góes, Lee Taylor, Leopoldo Pacheco, Luca Fontoura, Lucas Veloso, Lucy Alves, José Dumont, Júlia Dalavia, Júlio Machado, Maciel Melo, Marcélia Cartaxo, Marcelo Serrado, Marco Ricca, Marcos Palmeira, Mariene de Castro, Marina Nery, Pablo Morais, Paula Barbosa, Rafael Vitti, Ravi Lacerda, Rayza Alcântara, Renato Góes, Rodrigo Lombardi, Rodrigo Santoro, Rogerinho Costa, Selma Egrei, Suely Bispo, Tarcísio Meira, Thassia Cavalcanti, Umberto Magnani, Verônica Cava, Vitor Aleixo, Xangai e Zezita Matos.

É proibida a reprodução e a modificação, integral ou parcial, do conteúdo deste site, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro.