Entrevista Exclusiva: JP Rufino fala sobre “Êta Mundo Bom”

É proibida a reprodução integral ou parcial do conteúdo deste site, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro.

Com apenas 13 anos, o ator JP Rufino, ainda em início de construção de carreira, coleciona um misto de sucesso de crítica e reconhecimento em diferentes premiações desde que estreou na televisão, em 2013, na novela Além do Horizonte, de Carlos Gregório, Marcos Bernstein e Ricardo Hofstetter, na qual interpretou o pequeno Nilson. Em 2016, após ter participado ainda do telefilme Didi e o Segredo dos Anjos e da novela Alto Astral, ele, com os pés no chão, busca se manter ativo no meio artístico, ciente das dificuldades que seus colegas de trabalho enfrentam para serem escalados para novos trabalhos. Por sorte e merecimento, o seu retorno não vai demorar quase nada: na próxima segunda-feira (18), ele entra no ar na próxima novela das 6, Êta Mundo Bom, que vai substituir Além do Tempo.

Em entrevista exclusiva ao site Noticiasdetv.com, JP Rufino, que inicialmente estava reservado para o elenco de Totalmente Demais, novela de Rosane Svartman e Paulo Halm, contou um pouco sobre o seu personagem no folhetim, dirigido por Jorge Fernando, com o apoio de Ana Paula Guimarães, Diego Morais e Marcelo Zambelli, que promove uma nova parceria, na autoria, entre Walcyr Carrasco e Maria Elisa Berredo, dupla de autores da novela Verdades Secretas. Confira o que vai rolar em Êta Mundo Bom e como está sendo a experiência do ator com as gravações:

“Pirulito será o companheiro inseparável de Candinho (Sérgio Guizé). Ele é um menino esperto e leal. Posso dizer que a dupla vai ser bem engraçada. É muito bom quando temos a oportunidade de estarmos juntos daqueles que já conhecemos (equipe de Alto Astral). Acho que se torna bem mais fácil, existe aquele entendimento já conquistado. Sem contar que é uma equipe sensacional.”

Empolgado pelo que pode vir depois da novela Êta Mundo Bom, o ator JP Rufino revelou qual perfil de personagem gostaria de interpretar futuramente:

“Todo o personagem que vier ter a oportunidade, farei com a mesma vontade e da mesma forma. Mas, acredito que todo ator deseja interpretar vários tipos de personagens diferentes. Acredito ser a realização de ser sentir completo. Adoraria fazer um vilão, por exemplo.”