Rômulo Neto e Miguel Rômulo trocaram de personagens na novela Êta Mundo Bom

Assim como Déborah Evelyn e Bárbara Paz em A Regra do Jogo ou Jayme Matarazzo e Humberto Carrão em Sangue Bom, os atores Rômulo Neto e Miguel Rômulo também trocaram de personagens durante os workshops da próxima novela das 18h da Rede Globo, Êta Mundo Bom, que estreia dia 18 de janeiro, com autoria de Walcyr Carrasco e Maria Elisa Berredo. Na história, dirigida por Ana Paula Guimarães, Diego Morais, Jorge Fernando e Marcelo Zambelli, que vai ficar no ar até meados de agosto deste ano, os atores vão defender, respectivamente, Braz e Quincas, dois personagens não muito fáceis de se lidar.

No início, Rômulo Neto havia sido selecionado para interpretar Quincas, mas ficou com o papel de Braz, um playboy mulherengo que é filho de Severo (Tarcísio Filho) e Ana (Débora Olivieri), ele um comerciante tradicionalista e ela uma esposa submissa. Irmão de Maria (Bianca Bin) e Alice (Nathália Costa), o rapaz vai infernizar a vida de Diana (Priscila Fantin), uma dançarina de taxi dancing que tenta transformá-lo em um cliente de prostituição de luxo, tal como faz com o pai dele. Os pais de Braz também vão expulsar Maria de casa por ela engravidar de Leandro (Pedro Brandão) e ficar viúva com o filho na barriga.

Miguel Rômulo, que iria interpretar Braz, ficou com o papel de Quincas, filho de Quinzinho (Ary Fontoura) e Cunegundes (Elizabeth Savalla). O rapaz é irmão gêmeo de Mafalda (Camila Queiroz), motivo pelo qual o intérprete do personagem deveria ter grande semelhança com a atriz Camila Queiroz, daí a escalação inicial de Rômulo Neto. Mas, verificando os perfis dos personagens, a equipe de produção optou pela mudança e a trama vai explicar que Quincas e Mafalda são irmãos gêmeos diferentes. O personagem é um rapaz mimado que sente ciúme da presença de Candinho (Sérgio Guizé) dentro da sua casa, embora seja ignorado pelo pai deles. A protagonista, Filomena (Débora Nascimento), também é irmã de Quincas.