A Regra do Jogo: Ricardo Pereira viverá delegado

Após viver Fabrício em ‘Joia Rara’, o ator Ricardo Pereira está no elenco da novela ‘A Regra do Jogo’, escrita por João Emanuel Carneiro, que atualmente está em exibição no horário nobre da Rede Globo, sob a direção de Joana Jabace, Paulo Silvestrini e Amora Mautner. Ele entrará no ar nos próximos capítulos da história e dará vida ao delegado Faustini, que será parceiro do policial Dante (Marco Pigossi) na resolução de alguns crimes. Apesar de, a princípio, o personagem ser do bem, com características de uma pessoa focada, honesta, íntegra e vaidosa, o ator não sabe se ele oculta algo.

Na história, Dante é um policial honesto e um tanto quanto ingênuo que luta contra a injustiça no Brasil mas não sabe que o próprio pai adotivo, Romero (Alexandre Nero) é um bandido que trabalha para uma facção criminosa, a família. Quando o pai se coloca como refém dos bandidos, em forma de garantia, na verdade, Dante não sabe que os bandidos são pagos por Romero para se entregarem à polícia, recebendo regalias da família por conta disso. Neste enredo, Ricardo Pereira não sabe se Faustini estará do lado do bem ou do lado do mal.

O ator Ricardo Pereira iniciou a sua carreira em 2001, na novela ‘A Senhora das Águas’, em Portugal.  Depois fez ‘Amanhecer’, ‘O Bairro da Fonte’, ‘Sonhos Tra’dos’, ‘A Minha Sogra é Uma Bruxa’, ‘Queridas Feras’, ‘Saber Amar’ e ‘Inspector Max’. Em 2004, ele foi revelado pela Rede Globo, na novela ‘Como Uma Onda’. Em 2005, foi convocado pela Rede Record para a novela ‘Prova de Amor’. Na sequência, retornou à Portugal para gravar ‘O Diário de Sofia’ e ‘Jura’. Em seu retorno à Rede Globo, em 2006, fez ‘Pé na Jaca’, ‘Negócio da China’, ‘Toma Lá, Dá Cá’ e ‘A Vida Alheia’. Em Portugal, fez ‘Floribella’, ‘Podia Acabar o Mundo’, ‘Perfeito Coração’, ‘Laços de Sangue’, ‘Lua Vermelha’, ‘Dancin Days’ e ‘Mar Salgado’. Voltou ao Brasil, em 2011, para participar de ‘Insensato Coração’, ‘Aquele Beijo’ e ‘Joia Rara’.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.