Trem Bom: Jayme Monjardim vai dirigir novela sobre música sertaneja

Após ‘Sete Vidas’, o diretor de núcleo Jayme Monjardim, ao lado dos diretores gerais Adriano Melo, Pedro Freiro e Thiago Teitelroit, será responsável pela produção de uma das próximas novelas das seis da Rede Globo, provisoriamente batizada pelo nome de ‘Trem Bom’, que marcará a estreia do autor-roteirista Maurício Gyboski, que até então era colaborador das novelas de Aguinaldo Silva, na função de titular, com a supervisão de texto de Lauro César Muniz. O folhetim possui previsão de estreia para janeiro de 2017, na sequência de ‘Além do Tempo’, ‘Candinho’, ‘Velho Chico’ e a próxima novela de Walther Negrão, sem título.

A história da novela ‘Trem Bom’ é ambientada em uma cidade do interior do Brasil, na qual dois irmãos e melhores amigos, os jovens Argel e Cairo, fazem sucesso com uma dupla de sertanejo universitário, só que entre as pessoas mais próximas, passando por toda a dificuldade que os sonhadores enfrentam. Da noite para o dia, os cantores ficam famosos nacionalmente e o universo do glamour acaba destruindo a harmonia da dupla. Como antagonista está um falido cantor de sertanejo raiz, de 60 anos, dono de uma gravadora, que não aceita que o sertanejo universitário tenha ganhado a preferência do público.

A novela ‘Trem Bom’ ainda não possui atores reservados para o seu elenco, mas já houve o manifesto do interesse em contar com cantores sertanejos nos papéis principais, como é o caso de Daniel, Luan Santana, Mariano e Michel Teló. Contudo, a trama ainda promoverá uma bateria de testes e só escalará o seu elenco quando ‘Velho Chico’ e a próxima novela de Walther Negrão entrarem em produção. É o momento em que ‘Trem Bom’ entrará em pré-produção, seguindo o cronograma da emissora carioca. Inicialmente, o folhetim iria contar com a direção de Pedro Vasconcelos e Rogério Gomes, que agora vão retornar para o horário nobre.