Josué e a Terra Prometida: Leonardo Miggiorin e Gabriel Gracindo fazem testes

O diretor Alexandre Avancini, atualmente no comando de ‘Os Dez Mandamentos’, de Vívian de Oliveira, está submetendo vários atores à uma bateria de testes para a próxima novela bíblica da Rede Record, ‘Josué e a Terra Prometida’, escrita por Renato Modesto, que possui previsão de estreia para julho de 2016, substituindo ‘Escrava Mãe’, de Gustavo Reiz, cuja data de estreia pode não ser mais o dia 16 de novembro: há a possibilidade de ‘Os Dez Mandamentos’ ser esticada até janeiro de 2016, sendo que já foi espichada em um mês recentemente. Entre os atores que foram testados estão Leonardo Miggiorin e Gabriel Gracindo.

O elenco da novela bíblica ‘Josué e a Terra Prometida’, que será uma continuação de ‘Os Dez Mandamentos’, conta até o momento com os atores Alexandre Slaviero, Gabriel Gracindo, Giuseppe Oristânio, Jéssika Alves, Juan Alba, Júlia Fajardo, Leonardo Miggiorin, Leonardo Vieira, Marisol Ribeiro, Miriam Freeland, Sidney Sampaio e Thaís Melchior. Mas, o time ainda não está oficialmente escalado. A novela mostrará a chegada dos escravos hebreus, libertados do Egito, à cidade de Jericó, em Israel, para travar uma guerra contra o povo que invadiu a região. Os amigos Oséias e Calebe, sucessores de Moisés, que morre no deserto, são designados por Deus para a missão. A cidade precisa ser destruída para que todos cheguem à Canaã, a terra prometida. 

O ator Leonardo Miggiorin participou das séries ‘Vai Que Cola’ e ‘Por Isso Sou Vingativa’, do Multishow, em 2014. As suas últimas novelas foram ‘Dona Xepa’, exibida em 2013 pela Rede Record, ‘Malhação’, na temporada de 2012, e ‘Insensato Coração’, exibida em 2011 pela Rede Globo. Já Gabriel Gracindo participou no ano passado da novela ‘Vitória’. Entre alguns dos seus outros trabalhos estão ‘Milagres de Jesus’, ‘O Amor e a Morte’, ‘Dona Xepa’, ‘Rei Davi’, ‘A História de Ester’, ‘Os Mutantes – Promessas de Amor’ e ‘Chamas da Vida’.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.