Exclusivo: Após Os Dez Mandamentos, Bárbara Quercetti participará da série DDD21

atriz Bárbara Quercetti foi escalada para viver a mulher de Charles Paraventi, uma alpinista social que se casa por interesse, na série ‘DDD21’, que possui previsão de estreia para novembro deste ano na TV a cabo, com autoria de Júlio Camacho e direção de Felipe Reis. Ela ficou conhecida pelo público na segunda fase da novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’, exibida pela Rede Record, na qual viveu Anippe, a dama de companhia de Maya (Bárbara França). Amante de Disebek (Eduardo Lago), a personagem foi condenada à morte por um crime que Yunet (Adriana Garambone) cometeu: envenenar Maya, que morreu.

O elenco completo da série ‘DDD21’ é formado pelos atores Aguiberto Santos, André Almeida, Bárbara Quercetti, Bia Ramos, Charles Paraventi, Cláudia Alencar, Déborah Kalume, Dedeh Melo, Desirée França, Douglas Rosa, Edwin Luisi, Evelin Castilho, Felipe Reis, Gláucia Hamond, Laura Mendes, Marcela Peringer, Márcio Mattos, Michelle Moraes, Natasha Stransky, Nica Bomfim, Paola Dunkler, Tati Pasquali, Thaís Barbeiro e Wladimir Winter. A primeira temporada do projeto terá uma estrutura de treze episódios e será protagonizadap elos atores Douglas Rosa, Felipe Reis e Wladimir Winter, que interpretam, respectivamente, os personagens Dino, Doca e Duda. O título ‘DDD21’ se refere aos nomes dos três e a quantidade de personagens. 

Na história, uma tragicomédia, Dino, Doca e Duda são melhores amigos. Durante uma viagem, Duda, que já foi professor universitário e se esquiva de qualquer relacionamento, sofre um acidente e perde a memória, mas só consegue se lembrar de que conheceu ‘Ela’, o grande amor da sua vida. No entanto, essas recordações vão surgindo aos poucos, deixando-o confuso. Mesmo sem pistas, o personagem fará de tudo para encontrar essa mulher misteriosa e ninguém acreditará que, de fato, ela existe. Eles acreditam que Duda está destruindo a sua vida atrás de uma pessoa que sequer existe.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.