Exclusivo: Yunet voltará a morar no palácio na novela Os Dez Mandamentos

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Graças às suas fofocas sobre as pragas jogadas no Egito por Deus, através de Moisés (Guilherme Winter) e Arão (Petrônio Gontijo), Yunet (Adriana Garambone) deixará de ser moradora de rua nos próximos capítulos da novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’, escrita por Vívian de Oliveira e dirigida por Alexandre Avancini, que é exibida pela Rede Record na faixa das 20h30. A megera baterá em Corá (Vitor Hugo), que fingirá para os primos hebreus que foi chicoteado por Apuki (Heitor Martinez), ganhando assim a oportunidade de arrancar informações sobre as próximas pragas. Apesar da desconfiança dos hebreus sobre a situação, Yunet ganhará um trunfo ainda mais forte.

A ex-dama de companhia de Henutmire (Vera Zimmerman), que foi trocada por Leila (Juliana Didone), acabará percebendo a presença de Ikeni (Victor Pecoraro), Paser (Giuseppe Oristânio e Simut (Renato Liviera) na vila dos hebreus. Sem perder tempo, ela correrá para o palácio dos egípcios com o intuito de repassar a informação para Ramsés (Sérgio Marone), além de contar a sua outra descoberta: de que Moisés e Arão podem não ter poder sem o cajado que carregam nas mãos diariamente. A princípio, o faraó Ramsés não vai querer receber Yunet, mas será convencido pela rainha Nefertari (Camila Rodrigues).

Yunet, que pediu para Corá roubar o cajado de Moisés, que o deixará desesperado, entregará o objeto para Ramsés e implorará para voltar ao palácio em troca das informações. Percebendo que Yunet pode continuar sendo uma boa informante, mesmo morando com os egípcios, Ramsés aceita a mãe de Nefertari de volta. Não demora muito para a megera colocar as suas asas de fora: ela irá infernizar a vida de Henutmire e de Leila. Repleta de joias, maquiagens e roupas após vinte anos vivendo nas ruas, Yunet invadirá o quarto de Henutmire, durante a madrugada, para anunciar o seu retorno.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.