Destaque em Os Dez Mandamentos, Simut irá atravessar o mar vermelho

O ator Renato Livera, que vive o cômico Simut, um dos destaques da novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’, recebeu da produção do folhetim, escrito por Vívian de Oliveira e dirigido por Alexandre Avancini, uma boa notícia: o seu personagem agora vai integrar o elenco da quarta fase da trama, que estreia em novembro na Rede Record, fora do que estava previsto no argumento escrito inicialmente. O assistente de Paser (Giuseppe Oristânio), um personagem que não consta na bíblia, irá atravessar o mar vermelho junto com os poucos egípcios, de bom coração, que acompanharão Moisés (Guilherme Winter) rumo à terra prometida.

Após o fechamento do mar vermelho, apenas parte dos personagens da terceira fase sobreviverá à travessia de 40 anos pelo deserto, lista da qual agora consta Simut, enquanto os demais egípcios morrerão afogados no oceano. Os sobreviventes, quase em sua totalidade, são os hebreus, para os quais Deus prometeu uma vida próspera e livre da escravidão em uma terra sagrada. A quarta fase da novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’ terá início após uma nova passagem de tempo na história. Depois da libertação dos escravos hebreus, já no deserto, Zïpora (Giselle Itié), que também iria se despedir, reaparecerá no deserto para ver Moisés.

Na bíblia, há uma passagem em que Deus ordena para Jetro (Paulo Figueiredo) a missão de conduzir a filha para se despedir do marido no deserto. Os filhos do casal, Eliezer e Gerson, aparecerão maiores nesta despedida e os atores foram trocados para essa sequência. Esses personagens não irão para a terra prometida e aparecerão uma única vez na reta final da história. Já Simut, apesar de participar da caminhada pelo deserto, não sobrevive, assim como quase todos os personagens, incluindo Moisés. Apenas Oséias (Sidney Sampaio) e Calebe (Rodrigo Vigidal) chegam ao destino, junto com as gerações mais novas de hebreus, ou seja, os filho dos personagens da terceira fase.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.