Resumo Semanal: Novela “Carrossel” – 06/07/2015 a 10/07/2015

Capítulo 81, segunda-feira, 06 de julho

Mário está preocupado com Rabito e não consegue ser participativo durante a aula. Preocupada, Helena pergunta o que está acontecendo. Mário conta que Rabito está morrendo. Germano e Natália conversam sobre o estado de saúde do cachorro. Enquanto isso, Suzana vai até a sala da diretora Olívia para dizer que Helena anda deixando os alunos com outras pessoas durante as aulas. Olívia fica brava, diz que isso fere o código de conduta do colégio e promete averiguar. Olívia questiona Helena para saber se ela anda deixando as crianças sozinhas. Helena nega, diz que deixa os alunos sob os cuidados de Graça e Firmino e que isso só acontece quando ocorre um grave problema. Mais tarde, Mário chora e diz para Helena que está com muito medo que Rabito morra. Helena pede para que ele tenha fé. Maria Joaquina conta para o pai que Mário está muito triste com o adoecimento de Rabito e que ele não possui condições de pagar um veterinário. Por gratidão, Miguel decide enviar um veterinário até a casa de Mário para tratar do Rabito. Miguel explica para Maria Joaquina que tudo o que é feito por gratidão não se deve esperar ou exigir reconhecimento e que essa é uma atitude de compaixão. Mais tarde, o veterinário vai até a casa de Mário para examinar Rabito. Mário fica esperançoso. O veterinário diagnostica o caso de Rabito como um quadro de pneumonia. O doutor medica o mascote e explica que Mário terá que medicar Rabito pelos próximos dias. Na manhã seguinte, Natália se nega a ajudar Mário a medicar Rabito. Mário fica muito nervoso e tenta ele próprio dar a injeção no cachorro, mas fica sem coragem. Na escola, os alunos comentam sobre o misterioso veterinário que foi tratar de Rabito. Maria Joaquina pensa em dizer que foi seu pai quem enviou o doutor, mas lembra do conselho do pai e não diz nada. Mário, aos prantos, implora que a professora Helena o ajude a medicar Rabito. Helena decide ajudar, mas fica receosa que a diretora Olívia descubra que ela precisará deixar os alunos aos cuidados de Firmino. A professora Suzana observa a movimentação e vê que Helena deixou as crianças com Firmino. Suzana vai até a sala da diretora e delata Helena. Enquanto isso, Helena chega à casa de Mário e consegue medicar Rabito. A diretora Olívia decide ir até a sala de Helena para averiguar o que Suzana disse, porém, no meio do caminho, Graça tenta despistar Olívia para ajudar Helena.

Capítulo 82, terça-feira, 07 de julho

Graça leva a diretora Olívia até o laboratório com a desculpa de que existe um crocodilo morto lá dentro. Ao chegar ao local, Olívia explica para Graça que aquilo é apenas um jacaré empalhado e que não oferece risco. Olívia chama a atenção de Graça e diz que só deve ser requisitada em casos de extrema importância. A diretora tenta sair do laboratório para voltar a averiguar se Helena realmente não está na sala de aula, mas não percebe que a porta do laboratório está emperrada. Graça explica que a porta está com problemas há alguns dias, mas que havia esquecido de falar. Olívia começa a bater na porta e berrar pela ajuda de Firmino. Graça fica aliviada que a diretora não conseguiu sair da sala. Enquanto isso, na casa de Mário, Helena se despede de Natália e pede para que ela fique de olho no estado de saúde de Rabito. Natália é grossa com a professora e pede para que ela não se intrometa no assunto. Helena explica que os problemas pessoais dos alunos atrapalham o desempenho deles durante as aulas. A professora também diz que Natália deveria dar mais atenção e carinho maternal para Mário, que é um ótimo aluno. “Seria muito bom o Mário ver o amor materno em você. Não há nada melhor na vida do que amar”, aconselha a professora. No laboratório, Olívia fica desesperada e começa a empurrar a porta até conseguir abri-la. A diretora vai direto para a sala de aula da turma de Helena e percebe que não há ninguém lá. Intrigada, começa procurar Firmino e Helena pelo colégio, até que encontra os alunos do terceiro ano na sala de música, com a professora Matilde. A professora de música explica para a diretora que os alunos não estão com Helena porque estão repondo uma aula com ela. Olívia fica desconfiada. Mais tarde, ao voltar para a escola, Helena agradece a ajuda de todos. Graça deixa escapar que Suzana fez fofoca sobre o ocorrido para Olívia. Helena fica desconfiada. O veterinário volta a visitar Mário para examinar Rabito. O doutor diz que o mascote não melhorou e que precisará das injeções por mais alguns dias. Na manhã seguinte, na escola, as meninas conversam sobre Helena e ficam curiosas para saber se a professora já namorou. A aula começa e os alunos percebem que Helena mudou o visual, pois está com um novo penteado. Os alunos começam a elogiar a professora, que repreende os alunos por começarem a fazer muita bagunça. Helena chama Mário até sua mesa e pergunta como está Rabito. Mário diz estar triste e que o cão não melhorou. Ele reclama da falta de colaboração da madrasta e diz que será preciso aplicar mais algumas injeções. Helena se compromete a ir à casa do menino no término das aulas para aplicar as medicações. Durante o intervalo, Suzana e Helena conversam sobre Mário na sala dos professores. No final do bate-papo, Helena pergunta se foi Suzana que contou para a diretora que ela precisou sair da sala de aula para ajudar Mário. Suzana fica surpresa com a pergunta. Suzana nega veementemente que tenha dito algo para a diretora. Helena continua desconfiada, mas o sinal toca e as duas voltam para a sala de aula. A diretora Olívia decide interrogar Firmino e depois Graça sobre o ocorrido no dia anterior. Ela quer colher provas para punir Helena, porém não consegue nenhuma informação. Na sala de aula, Paulo rouba metade do lanche que Laura estava guardando para dar ao Rabito. Helena intervém e diz que os alunos precisam respeitar seus colegas. Mário agradece o gesto de Laura e diz que ela tem um coração super-romântico. Laura suspira e fica com vergonha. Olívia insiste no interrogatório e faz perguntas para a professora Matilde, mas mesmo assim não consegue nada. Suzana vai até a sala da diretora. Olívia está nervosa, rasga suas anotações e diz que não quer mais saber nada sobre o ocorrido no dia anterior. Enquanto isso, Helena apresenta uma aula de ciências especial para explicar as curiosidades dos animais que vivem no fundo do mar. Assim que acaba a aula, Helena vai até a casa de Mário para medicar Rabito. Natália não gosta que Helena fique indo lá. Helena aplica a injeção em Rabito com o auxílio de Mário, Jaime e Daniel. Natália observa tudo escondida atrás da porta do quarto de Mário.

Capítulo 83, quarta-feira, 08 de julho

Os meninos se reúnem na casa abandonada e decidem reativar a ‘Patrulha Salvadora’. Natália vai até a escola para conversar com a professora Helena. Enquanto aguarda a professora, a diretora Olívia fala para Natália que Mário já foi muito travesso, mas que agora é um aluno que anda nos eixos. Helena chega à sala e Natália diz que foi até a escola para pedir sua ajuda. Helena fica surpresa. Natália conta a dificuldade que enfrenta no relacionamento com Mário e diz que deseja mudar. A madrasta de Mário fala que começou a perceber que é preciso gostar mais dele e ele dela, mas que não sabe como fazer isso. Helena diz que não será uma tarefa fácil conquistar o carinho do menino, pois ele se sente muito só. Natália insiste, diz que está arrependida e quer tentar essa aproximação. A professora diz que ela deve começar mudando a maneira como trata Rabito, que Mário tanto gosta. Ao anoitecer, Natália vai até o quarto de Mário para levar a ração de Rabito. A madrasta começa a observar Rabito de maneira diferente e resolve fazer carinho nele, que retribui com lambidas. Na porta do quarto, Mário observa tudo de maneira discreta e com olhar de satisfação. Feliz, o menino entra no quarto e fala sobre a recuperação de Rabito com Natália. Na manhã seguinte, Natália diz que ficou feliz com a recuperação do cachorro. Os dois conversam enquanto tomam café da manhã. Mário pergunta se Natália, enfim, concorda com a permanência de Rabito na casa. Natália diz que não gosta de cachorros, mas que o menino está cuidando tão bem do mascote que não há motivos para não permitir. Mário fica feliz e os dois começam a se entender. Mais tarde, Natália fala para Germano que observar a maneira como Helena trata as crianças a fez perceber que só se colhe amor quando se planta carinho. Enquanto isso, no pátio da escola, Firmino pergunta para Helena porque ela está observando seus alunos com olhar de preocupação e tristeza. Helena diz que a situação financeira de sua casa está muito apertada e que só ela trabalha. Firmino questiona se ela está pensando sair da escola. A professora diz que essa é uma possibilidade e que está há muito pouco tempo na escola para tentar algum aumento com a diretora Olívia. Natália sai de casa e deixa Diana sozinha dormindo no berço. Passado algum tempo que Natália saiu de casa, Diana acorda e consegue sair do berço. A criança começa a brincar no meio da sala, até que resolve abrir o armário da cozinha. A menina acaba ingerindo uma garrafa que contém desinfetante e desmaia imediatamente. Rabito percebe que algo está errado, fareja Diana e sai em disparada atrás de Mário, que está na escola. Assim que Rabito chega à escola Mário percebe que o cão está agitado e quer que ele o siga. Mário sai correndo atrás do animal até chegar em casa. Assim que entra em sua casa, Mário se depara com a irmã desacordada no chão da sala. O menino fica desesperado e resolve ligar para Miguel para pedir socorro. Miguel socorre Diana e leva a menina para o hospital, onde passa por uma lavagem estomacal e consegue se salvar. Germano e Natália chegam ao hospital preocupados. Miguel vai até a família e explica o que aconteceu com Diana. O médico também faz questão de dizer que Mário teve uma atitude heróica e que, se não fosse ele, ela poderia estar em uma situação muito desagradável. Natália agradece muito ao médico e, em especial, a Mário. Ela diz para Mário que apesar de não ter sabido lhe dar amor, ele lhe devolveu a vida. Emocionados, os dois se abraçam. Mais tarde, Natália promete para Germano que fará de tudo para serem uma família feliz. Na escola, Suzana vai até a classe de Helena e diz para a professora que uma senhora lhe aguarda na sala da diretora. Helena vai até a sala de Olívia e Suzana fica tomando conta dos alunos do terceiro ano. Chegando na sala de Olívia, Helena vê que se trata de sua mãe e pergunta o que ela está fazendo na escola. Cristina diz que foi lhe entregar a correspondência que ela tanto aguardava e que finalmente chegou. Helena diz para a mãe que ela não precisava ir até a escola para entregar o envelope. Cristina lhe entrega a correspondência. Ao abrir o envelope, Helena percebe que se trata de uma carta convidando ela para trabalhar em outro colégio. Ela se desculpa com a diretora Olívia por não ter comentado nada antes. Olívia fica surpresa e pergunta para Helena o que isso significa.

Capítulo 84, quinta-feira, 09 de julho

Helena explica para Olívia que não havia comentado isso nem com sua mãe. Cristina pergunta por que ela está tomando essa decisão. Helena diz que elas vão precisar do dinheiro para ajudar sua avó, uma vez que as economias de seu pai já estão acabando. Cristina diz que elas poderiam resolver o problema de outra maneira. Olívia diz que é uma pena, mas que entende que cada um sabe o que faz. Helena pede desculpa para a diretora, diz que lamenta deixar a escola e que ficará com os alunos até as férias. Enquanto isso, na sala de aula, os alunos dizem para Suzana que gostam muito de Helena e que irão pedir para a diretora deixar que ela continue a dar aula para eles no próximo ano. Suzana elogia o gesto dos alunos, mas alerta que eles devem encarar as coisas como elas realmente são. Valéria pergunta como as coisas são. Suzana diz que eles não sabem se Helena continuará a dar aula para eles no próximo ano e que deveriam perguntar isso para ela. Helena volta para a sala de aula e pergunta para Suzana se os alunos se comportaram. Todos respondem que sim. Então, na frente de todos os alunos, Suzana pergunta para Helena se é verdade que ela irá abandonar a escola. Helena fica chocada com a colocação de Suzana e os alunos ficam abalados com o que escutam. Helena diz que ama todos os alunos e que eles serão sempre especiais para ela, afinal, foram os seus primeiros alunos. Chorando muito, Helena explica que deixará de dar aula para eles a partir das férias do meio do ano. Todas as crianças também choram com a notícia. Elas não entendem o porquê da decisão de Helena e tentam argumentar, mas sem resultado. Clima de tristeza. Na manhã seguinte, Valéria diz para sua mãe que não quer ir para a escola. Rosa tenta de tudo para fazer a menina ir para a escola, mas não consegue. Cristina fala para Helena pensar em alguma solução diferente do que mudar de emprego e ficar longe dos alunos que tanto ama. Helena diz que está decidida. Mais tarde, na sala dos professores, Helena diz para Suzana que realmente terá que sair da escola por problemas financeiros. Conta que está triste em deixar as crianças e pelo fato de algumas delas acharem que isso é uma traição. Em casa, Valéria conta para Ricardo que não quer ir para a escola porque Helena irá parar de dar aula. Passados três dias, Helena pergunta para os alunos porque Valéria está faltando nas aulas. Eles dizem que ela parou de ir para a escola desde que Helena deu a triste notícia. A professora fica preocupada e autoriza Cirilo e Daniel irem até a casa de Valéria para verificar o que está acontecendo. A professora Matilde entra na sala de Olívia e se depara com a diretora completamente despenteada, nervosa e fazendo encomendas de artigos de segurança através do telefone. Matilde pergunta o que está acontecendo. Olívia diz que Helena irá sair da escola e que, por mais que quisesse isso, não havia parado para pensar que os alunos do terceiro ano são muito piores sem Helena. Matilde fica tensa só de imaginar como eles podem voltar a ser arteiros e também resolve fazer encomendas de artigos de proteção, como ratoeiras e arame farpado. Enquanto isso, Graça acompanha Daniel e Cirilo até a casa de Valéria. Rosa avisa a Valéria que dois de seus amigos da escola vieram saber como ela está. A menina se recusa a receber os garotos e diz que nunca mais voltará para a escola. Rosa diz para Daniel e Cirilo que Valéria não está indo para a escola por conta de caprichos. Mais tarde, Rosa decide visitar Helena na escola para falar sobre o que está acontecendo com Valéria. Rosa diz para a professora que a filha está muito triste, que não quer mais ver Helena e que lhe confidenciou que acredita que a professora não sabe dar valor ao amor que recebe de seus alunos. Helena fica chateada e decide visitar Valéria. No quarto de Valéria, Helena consegue convencer a menina a conversar com ela. A professora explica que também está sofrendo e que não tomou essa decisão por vontade, mas sim por necessidade. Helena diz ainda que as duas podem continuar com a amizade e que só está saindo da escola para cuidar de sua mãe e avó. Valéria compreende e aceita voltar a ir para escola. Enquanto isso, Jaime diz para Davi que teve a ideia de fazer um cartaz com dizeres de carinho para Helena e assim, tentar sensibilizar a professora a não sair da escola. Os dois convocam os meninos para preparar o cartaz na casa abandonada. Valéria diz para sua mãe que entende Helena, mas que acredita em alguma solução para o problema. Na casa abandonada, os meninos chegam à conclusão de que precisam da ajuda das meninas para fazer um cartaz mais bonito. Eles as chamam para ajudar a desenhar e escrever as mensagens.

Capítulo 85, sexta-feira, 10 de julho

Todos na escola estão muito tristes. Os pais dos alunos vão até a escola para se despedir de Helena e dizer o quanto são gratos por tudo que ela fez por seus filhos. Helena entra na sala de aula e se depara com um lindo cartaz e um desenho dela, onde aparece segurando na mão dos alunos. Ela fica emocionada, agradece muito aos alunos, mas diz que isso não fará com que ela mude de ideia. Suzana vai até a sala da diretora Olívia e se oferece para ficar no lugar de Helena após as férias do meio do ano. Helena entrega o boletim semestral para os alunos. Ela chama um por um e aproveita para se despedir e agradecer ao carinho deles. Todos choram muito. No final da aula, Laura tenta ler uma carta de despedida, mas fica com a voz embargada de emoção e não consegue passar da primeira frase. As meninas se oferecem para ajudar Helena a arrumar suas coisas no período da tarde. A professora diz que irá manter contato com todos. Os alunos se levantam para abraça-la. Mais tarde, Cirilo visita Maria Joaquina e se oferece para ajudar as meninas com a mudança de Helena. A patricinha volta a maltratar Cirilo, mas seu pai observa tudo e chama sua atenção. Mais tarde, as meninas chegam ao colégio para ajudar Helena. Valéria conta que teve uma ideia que fará a professora desistir de ir embora. Valéria diz às meninas que Morales é um homem muito rico e que conseguirá ajudar Helena a ficar na escola. A menina entra escondida na sala da diretora Olívia para pegar o endereço do escritório de Morales. A diretora entra na sala e quase flagra a menina, mas Valéria consegue se esconder atrás de uma cômoda. Mais tarde, Valéria liga para Davi e pede para que ele a acompanhe até o escritório de Morales. Davi desconversa e deixa Valéria brava. Valéria resolve ir até a casa de Jaime para pedir sua companhia. Ela conta seu plano para o menino, que aceita acompanhá-la. Os dois conversam para planejar como farão para ir até o escritório. Eloisa fica curiosa para saber o que Valéria está conversando com Jaime.