Resumo Semanal: Novela “A Usurpadora” – 06/07/2015 a 10/07/2015

Capítulo 71, segunda-feira, 06 de julho

No encontro entre as gêmeas, Paola mente descaradamente para Paulina. Willy ameaça novamente Viviana. Mais tarde, briga violentamente com Estephanie e decide ir embora de casa levando todo o dinheiro que a mulher tem em seu poder. A discussão com Willy provoca o parto prematuro do bebê e Estephanie é levada às pressas para o hospital. Isabel fica muito feliz ao ver sua irmã Antonia em liberdade. Depois de uma dura conversa com Paola, Carlos Daniel deixa bem claro que ela nunca voltará para a mansão dos Bracho. Paola comete um terrível deslize ao contar a Paulina quais são suas verdadeiras intenções assim que conseguir voltar para a casa dos Bracho. Estephanie, na hora do parto, sente a falta do marido que a essa altura dos acontecimentos já deve estar fora do país. Verônica, ao ver a maneira como Leandro fala de Viviana, percebe que ele ainda ama a garota. Paulina chega a triste conclusão de que sua irmã não mudou em nada o seu caráter, mas mesmo assim não se atreve a abandoná-la. Dr. Edmundo diz a Paulina que tem uma surpresa para ela.

Capítulo 72, terça-feira, 07 de julho

Paulina tem uma longa conversa com o advogado, que diz ter provas suficientes para inocentá-la. Paulina pergunta se essas provas podem prejudicar sua irmã e, ao saber que sim, não aceita a proposta. Dr. Serrano diz a Paulina que não pode proteger sua irmã, pois a polícia já investigou a vida de Paola. Estephanie dá a luz a um lindo menino. Willy não está ao seu lado, mas Dona Piedade está certa de que ele voltará, pois ambicioso como é, não abrirá mão de sua parte na herança de Estephanie. Paola está decidida a não permitir que sua irmã seja feliz com Carlos Daniel. Por isso, ao falar com Paulina por telefone, diz que está cada vez mais apaixonada por seu marido. Estranhando o silêncio de Paulina, Douglas Maldonado decide lhe escrever uma carta. Paola liga para a fábrica e diz a Carlos Daniel que o ama e que está disposta a reconquistá-lo. Ao desligar, diz a Elvira que pretende se tornar uma sombra na vida do marido e que Carlos Daniel não conseguirá se livrar dela. Os amigos tentam fazer com que Leandro perceba o erro que está cometendo ao defender Viviana. Paola chama Carlos Daniel e Paulina e prepara uma armadilha para eles. Em tom ameaçador ela diz claramente que, se conseguir se recuperar por completo, vai sair viajando pelo mundo, mas se continuar inválida vai para a mansão, pois lá também é sua casa. Comunica também que pretende comparecer ao julgamento e seu depoimento pode deixar Paulina por muitos anos na cadeia. Dr. Edmundo chega ao hospital e avisa que o julgamento de Paulina será em uma semana. O nascimento do filho faz com que Estephanie mude completamente sua opinião sobre Willy e já não se importa com ele.

Capítulo 73, quarta-feira, 08 de julho

Paola insiste em assistir ao julgamento de Paulina. Carlos Daniel continua irredutível quanto à volta de Paola para a mansão, pois está convencido de que ela continua sendo a mesma mulher má e sem caráter que nunca mudará seu jeito de ser. Paulina se decepciona com Paola ao ouví-la irmã dizer que não hesitará em acusá-la, se isso lhe for conveniente. Preocupado com o que Paola possa dizer contra Paulina, Carlos Daniel procura Dr. Edmundo e diz que, se no dia do julgamento Paola se atrever a depor contra Paulina, ele entregará ao juiz o diário íntimo de sua mulher. Chegando a casa ele procura pelo diário, que desapareceu misteriosamente. Paulina recebe uma carta na qual Douglas Maldonado descreve seu relacionamento com Paola. Maldonado pede a ela que use a carta como uma prova em seu julgamento, mas obcecada pela idéia de defender a irmã, Paulina esconde a carta para que ninguém possa lê-la. Carlos Daniel vai até o presídio e Paulina mente dizendo que está com o diário de Paola. Carlos Daniel tenta convencê-la a lhe entregar o diário, mas Paulina se nega dizendo que não quer que ele seja usado contra sua irmã. Paulina também acaba com as esperanças de Carlos Daniel ao dizer que, mesmo ficando em liberdade, não se casará com ele enquanto sua irmã estiver viva. Verônica, cada vez mais convencida de que Leandro continua apaixonado por Viviana, rompe seu noivado com ele. Paola, com o objetivo de voltar o quanto antes para a mansão dos Bracho, liga para Paulina e ameaça ser uma testemunha de acusação implacável e de deixá-la por muitos anos na prisão, caso não a ajude em seu plano: Paola quer que Paulina convença a família Bracho a aceitá-la de volta e acredita que, ao sentir que pode ser condenada, a irmã fará seu jogo.

Capítulo 74, quinta-feira, 09 de julho

Paulina agora está convencida de que Paola continua sendo a mesma mulher cruel e sem escrúpulos, capaz de qualquer coisa para alcançar seus objetivos. Mesmo assim, não pretende fazer nada que possa prejudicá-la. Abandonada por Willy, Estephanie sai do hospital, mas não aceita voltar para a casa da família. Adelina decide, então, acompanhar sua filha. Leda admite que Paulina é muito melhor que Paola e se propõe a ajudar Edmundo falando tudo o que sabe sobre a vilã, em cujo diário podem estar as provas para inocentar Paulina. Paola contrata Dr. Montesinos para defendê-la. Luciano Alcântara fica sabendo pelos jornais que Paulina Martins vai a julgamento. O ex-amante de Paola mudou de vida e agora vive no interior ao lado de Esther, sua esposa, e está prestes a ser papai. Esther deu um novo rumo à sua vida, por isso, ao saber da situação de Paulina, decide ajudá-la comparecendo ao julgamento como testemunha de defesa. Filomena, amiga de Paulina, também está disposta a depor a seu favor. Dr. Edmundo diz a Osvaldo que não vai cobrar honorários para defender Paulina e confessa que está apaixonado por ela. Paulina enfrenta Paola e diz a irmã que está com seu diário íntimo, prova que pode condená-la a passar muito anos na cadeia. As duas discutem violentamente, Paulina confessa que está apaixonada por Carlos Daniel e Paola se declara sua inimiga dizendo que nos tribunais vai dizer que ela ameaçou matá-la caso não permitisse que ocupasse seu lugar. Carlos Daniel continua procurando pelo diário e ordena aos empregados que revistem o quarto de Paulina na tentativa de encontrá-lo.

Capítulo 75, sexta-feira, 10 de julho

Paola contrata Dr. Montesinos para defendê-la e conta a ele sua versão da história, onde ela é a vítima. O advogado acredita em todas suas mentiras. Carlos Daniel e o Dr. Edmundo se unem para tentar convencer Paulina a entregar o diário. Apesar de saber que Paola pode prejudicá-la, Paulina se nega terminantemente a entregá-lo. Osvaldo vai até o presídio para pedir perdão a Paulina por todo o mal que lhe fez. Luciano Alcântara procura os irmãos Bracho para dizer que está disposto a testemunhar à favor de Paulina. Apesar de desconfiar do arrependimento dele, Rodrigo e Carlos Daniel levam Luciano até o advogado que, ao tomar conhecimento de toda a história, vê em Luciano a grande chance de inocentar Paulina. Enquanto isso, Paola conta os minutos para o julgamento e garante a Elvira que pretende destruir a vida de Paulina e não descansará até conseguir que ela passe o resto dos seus dias na cadeia.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.