Resumo Semanal: Novela “A Usurpadora” – 22/06/2015 a 26/06/2015

Capítulo 61, segunda-feira, 22 de junho

Paulina conversa com o advogado e se nega terminantemente a ser defendida. Leda vai até a mansão e é expulsa por dona Piedade, mas antes de sair tenta convencer a todos, e principalmente a Carlos Daniel, de que Paulina tem um  cúmplice e que ele contratou um advogado para defendê-la. Sem dinheiro nem para pagar a conta do hospital, Willy pede a Estephanie que se curve diante de seus irmãos para sair da difícil situação financeira que atravessam, mas ela prefere entregar suas joias a Willy para que ele as venda. Estephanie visita Paola e demonstra todo o ódio que sente por ela. Carlos Daniel  procura Dr. Edmundo Serrano e descobre que alguém o contratou para defender Paulina, o que faz com que ele se convença de que ela tem um cúmplice. Dr. Serrano sente-se atraído pela beleza de Paulina e insiste em defendê-la, mas Paulina não aceita.

Capítulo 62, terça-feira, 23 de junho

O advogado volta ao presídio e depois de conversar longamente com Paulina tenta lhe mostrar as consequências de sua confissão, mas ela está irredutível e dispensa seus serviços. Sentindo-se ao mesmo tempo atraído e desafiado, Dr. Serrano decide defendê-la à revelia.  Depois de conversar com o advogado, Carlos Daniel está convencido de que Paulina tem mesmo um cúmplice e dá razão a Leda e Willy por a terem denunciado. E, para reparar o “seu erro” diz a Rodrigo que vai pedir a Willy que volte para a fábrica, mas não é apoiado pelo irmão. Completamente perturbado com tudo que está acontecendo, Carlos Daniel vai até o hospital e pede perdão a Paola. Dona Piedade visita Paulina e conta que Carlos Daniel desconfia que ela

tem um cúmplice, pois ele está fazendo de tudo para defendê-la. Paulina confessa que fez tudo para defender sua irmã e livrar os Bracho de um escândalo e pede para todos a esqueçam. Revoltado com tudo que ele agora pensa sobre Paulina, Carlos Daniel decide expulsar Isabel e Moacir de sua casa, pois acredita que os dois são cúmplices de Paulina no sequestro de Carlinhos. Depois de ouvir tudo que o pai acaba de dizer Carlinhos cai da escada, ao tentar defender seus amigos. No hospital, a enfermeira entra no quarto e se surpreende ao ver que Paola não está na cama. Ao que parece Paola, mais uma vez, está fingindo.

Capítulo 63, quarta-feira, 24 de junho

Carlinhos recobra os sentidos e também a memória que havia perdido, mas agora só se lembra do dia em que saiu de casa para procurar sua mãe, e não reconhece mais Isabel e Moacir. Estephanie vai até a fábrica pedir cinquenta mil dólares e exige que o cheque seja feito em nome de seu marido. Paola, mais uma vez estava fingindo e oferece muito dinheiro para que Elvira, a enfermeira, seja sua cúmplice no plano que vai levá-la de volta à mansão dos Bracho. Leda tenta, mais uma vez, convencer Dr. Edmundo para que desista de defender Paulina, mas ele insiste em ser seu advogado. Adelina conversa com o menino e se convence de que Paulina não teve nada a ver com seu desaparecimento. Paulina escreve uma carta para o diretor do presídio pedindo a ele que não permita a entrada de ninguém que venha visitá-la. Horas mais tarde, no refeitório, Antonia provoca Paulina e chega a agredi-la.

Capítulo 64, quinta-feira, 25 de junho

Verônica conversa seriamente com Carlos Daniel e descarta qualquer possibilidade de um romance entre eles, pois ela começa a gostar de outro homem e ele ama Paulina, mesmo que se negue a aceitar. Verônica o aconselha também a conversar com seu filho para saber como tudo aconteceu no dia em que ele fugiu de casa. Carlos Daniel ouve Carlinhos e percebe o quanto foi injusto com Paulina. Dona Abgail nota que Viviana está sempre enjoada e com vertigens, suspeita que ela está grávida e responsabiliza Leandro pelo que está acontecendo. Carlos Daniel vai até o presídio para pedir perdão a Paulina, mas ela se nega a recebê-lo. Isabel fala com Carlos Daniel e pede a ele que ajude sua irmã a sair da cadeia, já que ele está convencido de que não houve sequestro. Dr. Serrano continua trabalhando para conseguir libertar Paulina e mais uma vez tenta fazer com que ela o aceite com seu advogado.

Capítulo 65, sexta-feira, 26 de junho

Carlinhos recuperou parcialmente a memória, só consegue lembra do dia que saiu de casa para procurar a mãe e ainda não reconhece Isabel e Moacir.  No presídio, Dr. Edmundo tenta de todas as formas convencer Paulina a retificar seu depoimento, mas ela se nega a acusar sua irmã, e pede ao advogado para que desista do caso. Mas além de interessado no caso por sua complexidade, o advogado está fascinado por ela, por isso se recusa a aceitar sua decisão e garante que vai defendê-la mesmo contra a sua vontade. Carlos Daniel comenta com Rodrigo e Verônica que Carlinhos recuperou a memória e contou como tudo aconteceu, o que não deixa nenhuma dúvida de que Paulina não teve nada a ver com seu desaparecimento. Carlos Daniel discute com Leda, defende Paulina e exige que ela desapareça da fábrica e de sua vida. Leandro pede Verônica em casamento. Estephanie discute com Willy e ameaça entregar as páginas do diário de Paola, onde ela fala sobre o romance dos dois. Elvira, a enfermeira de Paola, se converte em sua cúmplice e está disposta a ajudá-la em seu plano diabólico. Paola dá então, o primeiro passo para voltar à mansão dos Bracho, começa o teatro de sua recuperação e deixa o médico abismado. Carlos Daniel retira a queixa e pede ao delegado que liberte Antonia. Paulina arruma uma briga na prisão e acaba na sala do diretor só que ao invés de um castigo leva uma cantada. Carlinhos vê a foto de Paola no jornal.