Exclusivo: Conheça a história, o elenco e os perfis dos personagens da novela “Os Dez Mandamentos”

O site Notícias de TV revela, em primeira mão, a história, o elenco completo e os perfis dos personagens da primeira novela bíblica da Rede Record, Os Dez Mandamentos, que estreia dia 23 de março, às 20h30, com autoria de Vívian de Oliveira e direção de Alexandre Avancini. Outras novidades você poderá acompanhar através das entrevistas exclusivas junto aos atores. Confira:

Sinopse

Com efeitos especiais grandiosos, a novela cobre mais de cem anos de história. Os Dez Mandamentos é uma novela épica que reconta uma das mais famosas passagens da Bíblia: a saga de Moisés (Guilherme Winter), desde seu nascimento até a chegada de seu povo à Terra Prometida, passando pela fuga do Egito aatravés do Mar Vermelho e o encontro com Deus no Monte Sinai.

A novela começa na cidade de Pi-Ramsés, no Egito, aproximadamente em 1300 a.C, quando o poderoso faraó Seti (Zé Carlos Machado), que odeia e despreza o povo hebreu, decreta a morte de todos os bebês israelitas do sexo masculino. Para desespero do povo escravizado, muitos bebês são jogados no rio Nilo, mas um deles é salvo por sua família, que o coloca num cesto de junco, confiando que Deus o levará para um lugar seguro. O cesto desce pelo rio e acaba indo parar nas mãos da princesa Henutmire (Mel Lisboa), que se comove ao ver a criança e resolve ficar com ela. O menino é batizado com o nome de Moisés (Enzo Simi) e é criado como um verdadeiro príncipe egípcio ao lado de seu tio-irmão Ramsés (Edu Pinheiro) e da bela Nefertari (Giovanna Maluf), que despertará o amor dos dois, provocando muitos conflitos.

Já adulto, Moisés (Guilherme Winter) se envolve com o sofrimento de seu povo e acaba caindo em desgraça com o faraó. Obrigado a fugir, ele vai para a terra de Midiã, onde se casa com a bela e rebelde Zípora (Giselle Itié), e passa muitos anos trabalhando como pastor de ovelhas. Um belo dia, ao pastorear seu rebanho, Moisés recebe um chamado de Deus, que se revela a ele e o manda voltar ao Egito para libertar seu povo da escravidão. Ao voltar, Moisés reencontra seus irmãos Arão (Petrônio Gontijo) e Miriã (Larissa Maciel) e sua mãe Joquebede (Denise del Vecchio), e enfrenta aquele que se tornará seu pior inimigo: Ramsés (Sérgio Marone), que herdou o trono do Egito e fará de tudo para impedir Moisés de retirar seu povo de lá.

Somente após sua terra ser assolada pelas Dez Pragas e a morte de seu próprio filho, Ramsés permite que o povo finalmente saia do Egito. Mesmo assim, acaba voltando atrás e resolve persegui-los no deserto. É então que Deus, num dos momentos mais grandiosos do Antigo Testamento, abre o Mar Vermelho deixando o povo hebreu passar a pés secos no meio dele, e depois o fecha, matando o exército egípcio que os perseguia.

No deserto, os hebreus passarão por muitos desafios, sempre liderados por Moisés, que os guiará até chegarem à Terra Prometida. Durante esta jornada, personagens e tramas paralelas se misturarão à história principal, criando uma novela épica sem precedentes, onde o público verá um povo sendo forjado, uma nação sendo preparada, e acompanhará a trajetória de fé e coragem de Moisés e seu povo.

Elenco Completo

ADRIANA GARAMBONE como Yunet
ANGELINA MUNIZ como Tuya
ANITA AMIZO como Karen
ARIELA MASSOTTI como Miriã
BABI XAVIER como Taís
BÁRBARA FRANÇA como Maya
BÁRBARA QUERCETTI como Anippe
BERNARDO VELASCO como Eleazar
BIANKA FERNANDES como Abigail
BINHO BELTRÃO como Aoliabe
CAMILA RODRIGUES como Nefertari
CAMILA SANTANIONI como Ada
CARLOS BONOW como Amhós
CARLOS SALLES como Ramsés
CONRADO BONOW como Ramsés
DANIEL AGUIAR como Disebek
DAY MESQUITA como Yunet
DENISE DEL VECCHIO como Joquebede
EDUARDO LAGO como Disebek
EDUARDO PINHEIRO como Ramsés
ENZO SIMI como Moisés
ERICH PELITZ como Jairo
FELIPE CARDOSO como Zelofeade
FERNANDO SAMPAIO como Gahiji
FLORIANO PEIXOTO como Hur
GABRIELA DURLO como Eliseba
GIOVANNA MALUF como Nefertari
GISELLE ITIÉ como Zípora
GIUSEPPE ORISTÂNIO como Paser
GUILHERME WINTER como Moisés
HEITOR MARTINEZ como Apuki
HIGOR CASTRO como Nadabe
IGOR COSSO como Bezalel
IRAN MALFITANO como Bennu
ISABELLA KOPPEL como Miriã
KADU SCHONS como Arão
KAIK BRUM como Abiú
KIKO PISSOLATO como Bakennut
JENIFFER SETTI como Safira
JULIANA DIDONE como Leila
LARISSA MACIEL como Miriã
LÍCURGO SPINOLA como Num
LISANDRA SOUTO como Amália
LUCIANO SZAFIR como Meketre
LUIZ FELIPE MELLO como Bezalel
MARCELA BARROZO como Betânia
MARCO ANTÔNIO GIMENEZ como Nadabe
MARIA CEIÇA como Nalilah
MARINA MOSCHEN como Amália
MEL LISBOA como Henutmire
MILHEM CORTAZ como Bommani
NANDA ZIEGLER como Judite
PAULO GORGULHO como Anrão
PAULO NIGRO como Paser
PAULO REIS como Eldade
PEDRO CARMINATTI como Arão
PEDRO PUPAK como Moisés
PÉROLA FARIA como Hannah
PETRÔNIO GONTIJO como Arão
RAFAEL SARDÃO como Uri
RAFAEL SUN como Eleazar
RAYANA CARVALHO como Adira
RENATO LIVERA como Simut
ROBERTA SANTIAGO como Karoma
ROGER GOBETH como Anrão
SAMARA FELIPPO como Joquebede
SÉRGIO MARONE como Ramsés
SIDNEY SAMPAIO como Josué
STELLA FREITAS como Sifrá
TAMMY DI CALAFIORI como Ana
TALITA YOUNAN como Damarina
THAÍS MULLER como Jerusa
VALÉRIA ALENCAR como Puá
VERA ZIMMERMAN como Henutmire
VICENTE TUCHINSKI como Num
VICTOR PECORARO como Ikeni
VICTÓRIO GHAVA como Arão
VITOR HUGO como Corá
ZÉ CARLOS MACHADO como Seti
ARIANNY CARVALHO como Esposa de Seti
JULIANA KELLING como Esposa de Seti
KAREN BERINGHS como Esposa de Ramsés
RAISSA PENICHE como Esposa de Seti
RENATA PIRILLO como Esposa de Seti

Perfis dos Personagens

Moisés (Enzo Simi/Guilherme Winter): Israelita. Homem muito bonito, atlético, de compleição física imponente. Moisés é salvo ainda bebê por sua mãe Joquebede que o coloca num cesto e solta no rio Nilo para livrá-lo da ira do Faraó que havia decretado que todo recém-nascido do sexo masculino deveria morrer. A princesa Henutmire, filha do Faraó, o encontra no rio e o acolhe por compaixão.

Joquebede (Samara Felippo/Denise del Vecchio): Israelita. Mãe de Moisés, da Miriã e de Arão. Avó de Gerson, Eliezer, Abiú, Nabade e Eleazar. Criará Josué após a morte de seus pais. Mulher de grande fé, sábia, amorosa, determinada, capaz de tudo para preservar sua família. Salva seu filho Moisés da morte ao colocá-lo dentro de um cesto no rio Nilo, confiando que Deus tomaria conta de seu bebê. Mulher de beleza simples, com olhar que transmite serenidade, sabedoria e fé.

Anrão (Roger Gobeth/Paulo Gorgulho): Israelita. Homem forte, porte de trabalhador. Impetuoso, honesto, bondoso, mas ao mesmo tempo, medroso e influenciável. Pai de Moisés, da Miriã e de Arão. Gosta de contar aos filhos Miriã e Arão sobre os antepassados de seu povo: Abraão, Jacó, Isaque e, principalmente José, que foi governador do Egito em uma época de muita prosperidade para os hebreus. Ensina os filhos a exercerem a fé em Deus e a não se corromperem com deuses pagãos. Arrisca sua vida para que Joquebede consiga salvar o filho e é gravemente ferido. Escravo hebreu, passa por todo tipo de humilhação. Sente muita raiva e mágoa de seu irmão Moisés, por ele ter sido criado como egípcio com todo o conforto, enquanto ele e seu povo passam as maiores privações.

Miriã (Isabella Koppel/Ariela Massotti/Larissa Maciel): Israelita. Mulher de beleza comum, mas que denota forte personalidade. Quando criança, ajuda a mãe a salvar o irmão Moisés. Esperta e corajosa, enfrenta perigos para conseguir chegar até a princesa Henutmire depois que ela encontra Moisés nas águas do Nilo. Por sua iniciativa, Joquebede passa a ser a ama de Moisés. É responsável por iniciar um movimento de fé entre hebreus, que são desafiados por ela a abandonar os deuses egípcios e buscar o Deus de seus antepassados. Torna-se uma moça desprendida, independente e de língua afiada, o que é muito incomum para a época.

Arão (Pedro Carminati/Victório Ghava/Petrônio Gontijo): Israelita. Filho de Joquebede e Anrão, irmão de Moisés e Miriã. Vai se casar com Eliseba e terá quatro filhos: Abiú, Nabade, Eleazar e Itamar. Tio de Gerson e Eliezer. Avô de Finéias, filho de Eleazar. Impetuoso, honesto, bondoso, mas ao mesmo tempo, medroso e influenciável. Costuma reprimir seus sentimentos, mas depois explode e acaba se metendo em confusão. Se revolta contra Deus por causa do sofrimento de seu povo. É um homem simples, sem nenhum refinamento e xucro. Vai se tornar um grande amigo de Moisés e ajudá-lo na sua missão de liderar o povo de Israel.

Zípora (Giselle Itié): Midianita. Filha mais velha de Jetro e irmã de Adira, Betânia, Jerusa, Ada, Damarina e Jaque. Esposa de Moisés e mãe de Gerson e Eliezer. Pastora de ovelhas, é líder entre as irmãs. Usa vestimentas masculinas e age como homem. Não tem vaidade. De tanto conviver com os perigos dos campos, foi obrigada a se tornar uma mulher dura e embrutecida. No fundo, é uma mulher sensível. É atrevida, brava, teimosa e sabe muito bem se defender. Zípora revela ser uma bela mulher e se casa com Moisés. Tem dois filhos com ele, Gerson e Eliezer. Vai se transformar numa pessoa muito influente na vida do marido. A princípio, sente uma antipatia gratuita por Moisés, mas aos poucos, esse sentimento se transforma em amor.

Tuya (Angelina Muniz): Egípcia. Esposa de Seti I, mãe de Henutmire e Ramsés. Avó adotiva de Moisés. Tuya é a
grande esposa real, que cumpre com naturalidade as responsabilidades que sua posição exige. Mulher de bom caráter, não aprova o decreto do marido, mas aceita sua autoridade. Responsável por supervisionar o harém, ela treina e escolhe as mulheres que vão para a cama com seu marido. Tem um relacionamento formal e respeitoso com o faraó, mas é mãe atenta e carinhosa.

Seti I (Zé Carlos Machado): Egípcio. Faraó poderoso e um grande governante para o povo egípcio, além de um brilhante militar. Teme que os hebreus se aliem aos inimigos do Egito, já que são fortes e numerosos. Influencia o povo contra os hebreus e os escraviza de forma implacável. Odeia os israelitas e decreta que todo bebê hebreu do sexo masculino seja morto. Casado com Tuya, pai de Henutmire e Ramsés. Avô adotivo de Moisés.

Ramsés II (Carlos Salles/Eduardo Pinheiro/Sérgio Marone): Egípcio. Homem bonito, elegante e sedutor. Filho de Seti I e da rainha Tuya, irmão de Henutmire, herdeiro do trono. Casa-se com Nefertari e tem um filho chamado Amenhotep. Ramsés é criado para ser o faraó do Egito e seu pai o incentiva desde pequeno a se achar melhor do que tudo e todos. Ele se esforça ao máximo para corresponder às expectativas do pai e cresce arrogante, mimado, megalomaníaco e com profunda aversão pelos escravos hebreus. Ignora a origem de Moisés e o ama como a um irmão. Nutre paixão avassaladora por Nefertari.

Henutmire (Mel Lisboa/Vera Zimmerman): Egípcia. Mulher muito bonita, de porte elegante e clássica beleza. Filha do Faraó Seti I e da rainha Tuya, irmã de Ramsés, casada com Disebek e mãe adotiva de Moisés. Tia de Amenhotep. Encontra o bebê Moisés nas águas do Nilo e o salva por compaixão. Ela o entrega a ama de leite Joquebede, sem saber que se trata da mãe biológica do menino. Depois de inúmeras gravidezes frustradas, decide adotar Moisés como seu próprio filho. É uma mulher de bom coração, mas é frágil emocionalmente e ingênua. Tem adoração pelo filho adotivo e vive atormentada com a ideia de perdê-lo. Considera Moisés um presente dos deuses. Tem compaixão pelos escravos e faz questão de ensinar Moisés a não desrespeitá-los. É uma mulher bonita, educada, paciente, compreensiva e doce. Ama o marido, mas viverá uma crise em seu casamento. Será cortejada por Hur.

Disebek (Daniel Aguiar /Eduardo Lago): Egípcio. Homem de porte, muito charmoso e galanteador. Um dos melhores oficiais do faraó Seti I. É apaixonado pela prostituta Yunet, com quem promete casamento. Seus planos, porém, mudam quando é promovido a general do exército e recebe como presente a mão da princesa Henutmire.

Nefertari (Giovana Maluf/Camila Rodrigues): Egípcia. Apesar de ter sido criada para ser uma rainha, é simples, humilde e tem um coração bom e nobre. Nefertari cresce com grande carinho pelos amigos Moisés e Ramsés. Mas, quando chega à juventude, se apaixona perdidamente pelo jovem hebreu.

Yunet (Day Mesquita/Adriana Garambone): Egípcia. Dançarina e mulher de conveniência para soldados, aguarda sua chance de ascender socialmente. Se apaixona por Disebek, mas seu amado a deixa grávida para se casar com a princesa Henutmire. Levada para o palácio pelo próprio amante, Yunet resolve seduzir o mago Paser e se casa com ele, enganando-o com sua suposta virtude e escondendo a real paternidade da criança. Se torna nobre e dama de companhia de Henutmire.

Paser (Paulo Nigro / Giuseppe Oristânio): Egípcio. Sacerdote e assistente da Grande Esposa Real Tuya na supervisão do Harém. Homem sem grandes atributos físicos e se surpreende ao perceber o interesse de Yunet por ele. Cai sob o charme e sedução de Yunet que está grávida de Disebek e precisa encontrar um marido para regularizar sua situação.

Bommani (Milhem Cortaz): Egípcio. Oficial egípcio designado a encontrar e executar os bebês hebreus, entre eles, Moisés. Homem cruel, que conduzia os escravos hebreus com mão-de-ferro.

Adira (Rayana Carvalho): Midianita. Pastora de ovelhas, mas muito feminina, sonhadora e romântica. Vai ajudar Zípora a se tornar mais vaidosa e revelar sua beleza.

Jerusa (Thais Muller): Midianita. Desmiolada e distraída. Esquece de tudo, precisando de constante supervisão nas tarefas. Quebra as coisas, erra na cozinha e na feitura de tecido. Tem bom coração, mas faz sempre tudo errado.

Betânia (Marcela Barrozo): Midianita. Invejosa, sempre quer ter mais que as irmãs Zípora e Adira e se ressente da beleza delas. Implica com todas, mas seu alvo principal é Zípora.

Ada (Camila Santanioni): Midianita. Quer desesperadamente arrumar um noivo (de preferência rico), apesar de ainda ser jovem e ter que esperar que suas irmãs se casem primeiro. Procura por vários tratamentos de beleza e tem pavor de estragar as mãos em tarefas domésticas. Não gosta da vida que leva e sonha com luxo e riqueza. É gêmea de Damarina.

Damarina (Talita Younan): Midianita. Apaixonada por artes, gosta de música e dança. Mais calma e de temperamento mais suave que sua gêmea Ada. É a intelectual e sensível da família. Adora sua gêmea, mas não entende suas ambições. A semelhança física com sua irmã sempre causa muita confusão.

Josué (Sidney Sampaio): Israelita. Bonito, tímido e dono de um excelente caráter. Trabalha nas obras da cidade, seguindo os passos de seu falecido pai. De temperamento calmo, gentil e apaziguador, desde criança Josué demonstra ser alguém especial. Difícil não gostar desse rapaz tão justo e encantador.

Amália (Marina Moschen/Lisandra Souto): Israelita/ Responsável, alegre e prestativa, ajuda Joquebede a criar os filhos. É apaixonada pelo jovem Num, com quem se casa. Seu filho Josué nasce quando ela já não tinha mais esperança de engravidar. Por conta da saúde frágil, mal consegue cuidar do filho. Perde o chão com a morte de seu amado esposo e morre logo em seguida. Antes, porém, entrega Josué aos cuidados de Joquebede, Miriã e Arão.

Num (Vicente Tuchinski/Licurgo Spinola): Israelita. Homem honesto, trabalhador, marido amoroso e pai dedicado. É respeitado pelos outros israelitas por seu comportamento irrepreensível. Acredita que um dia Deus irá tirá-los da escravidão e passa horas contando histórias para o pequeno Josué. É apaixonado pela esposa e teme por sua saúde frágil. Morre açoitado pelos egípcios por ter cometido um erro no trabalho.

Eliseba (Gabriela Durlo): Israelita. Mulher de fibra, que, mesmo grávida, trabalha nos campos de trigo do faraó. Ao lado do marido, enfrentará muito sofrimento durante a saída do Egito e com a morte dos dois filhos mais velhos.

Nadabe (Higor Castro/Marco Antônio Gimenez): Israelita. Escravo do faraó, executa trabalhos pesados ao lado do pai. Jovem sem compromisso, que abusa da bebida e gasta o pouco que tem com prostitutas. Passa a agir de forma mais ajuizada depois de presenciar as pragas no Egito, mas sua mudança é temporária. É consagrado como sacerdote, assim como o pai e os irmãos. Sobe ao Monte Sinai com Moisés, seu pai e setenta anciãos, e vê a glória de Deus.

Abiú (Kaik Brum): Israelita. Fortemente influenciado por seu irmão Nabade, o segue em tudo que faz. É ordenado sacerdote por Deus. Assim como Nadabe, tem a oportunidade de ver de perto a glória de Deus, mas peca contra o Senhor e é morto por Ele.

Eleazar (Rafael Sun/Bernardo Velasco): Israelita. Homem gentil e apaziguador, não vê com bons olhos as atitudes dos irmãos Nadabe e Abiú, mas respeita a hierarquia familiar. Tenta influenciá-los para o bom caminho, sem sucesso. Com a morte dos dois irmãos mais velhos, é escolhido para suceder o pai como sumo sacerdote das tribos de Israel. É um homem de fé e caráter.

Hur (Floriano Peixoto): Israelita. Assimilou como poucos a cultura egípcia. É um exímio artesão, que trabalha exclusivamente para o faraó. Faz questão de se vestir como os egípcios, além de idolatrar os deuses determinados pelo faraó. Vive com conforto no palácio e por isso é hostilizado pelos israelitas, que o julgam um traidor.

Uri (Rafael Sardão): Israelita. Aprendeu o ofício do pai e trabalha com ele como artesão no palácio. Assim como Hur, Uri também assumiu uma identidade egípcia e gosta de viver dessa forma. Vive em constante conflito com sua esposa, que é uma israelita fervorosa. Vai se divorciar de Leila por diferenças religiosas. Também é visto pelo seu povo como um traidor. Sente tristeza pelo sofrimento dos israelitas, mas não consegue abandonar as regalias do palácio.

Leila (Juliana Didone): Israelita. Não aceita que o marido sirva ao Deus de Israel e aos deuses egípcios ao mesmo tempo. Faz sua vontade valer dentro de casa e influencia Bezalel a não seguir o mesmo caminho do pai e do avô, que se afastaram de seu povo e de seu Deus. Não permite que o filho trabalhe no palácio. Tem bom coração, é uma mulher de fibra e determinada. Vai se divorciar de Uri e será discriminada por isso.

Bezalel (Luiz Felipe Mello/Igor Cosso): Israelita. É um rapaz angustiado e dividido, pois cresceu com seus pais brigando por causa da religião. Também aprendeu o ofício de artesão, mas prefere vender sua arte para os israelitas. Por influência da mãe, acaba se tornando um rapaz de muita fé. É bom caráter, sincero e tímido. Vai receber de Deus a grande incumbência de construir o Tabernáculo.

AOLIABE (Binho Beltrão): Israelita. Escultor talentoso, será o ajudante de Bezalel na construção do Tabernáculo. É extrovertido, engraçado, mas influenciável.

Apuki (Heitor Martinez): Egípcio. Truculento e vingativo, Apuki trata os hebreus com mão de ferro. É ele quem supervisiona as obras e castiga os escravos com açoites. Não gosta dos escravos hebreus, mas se encanta pela prostituta Safira, de origem israelita. Vai descobrir que a moça também é a predileta de seu filho, Jairo. Por temor a Deus após as pragas, seguirá com sua família na fuga do Egito, mas incitará Arão e os israelitas a construir o Bezerro de Ouro.

Judite (Nanda Ziegler): Israelita. Mulher sofrida e submissa, não consegue exercer nenhuma autoridade sobre a filha e aceita com resignação as humilhações e maus tratos do esposo. É defendida apenas pelo filho Jairo. Apesar dessa aparente fragilidade, Judite possui uma fé inabalável em seu Deus e não cessa de orar por Ana, Jairo e Apuki, sempre na esperança de que um dia Deus possa tocar seus corações.

Ana (Tammy di Calafiori): Egípcia/Israelita. Rejeita sua origem israelita e adora os deuses egípcios. É muito apegada ao irmão Jairo e sonha em se casar com um nobre. É ambiciosa e mal vista pelos hebreus mais tradicionais. Desdenha e brinca com o amor que sabe que Josué sente por ela. Irá fazer uma grande jornada até que as decepções e o sofrimento a façam enxergar o valor de um amor verdadeiro. Com o tempo, Ana se torna uma mulher de muita fé e temente a Deus.

Jairo (Erich Pelitz): Egípcio/Israelita. Trabalha como feitor de obra, seguindo os passos de seu pai Apuki. Vai se apaixonar pela prostituta Safira, sem saber que ela também é a favorita de seu pai. É o único que defende sua mãe Judite. Não gosta de agir de forma truculenta como o pai na condução dos escravos, por isso é considerado por ele um fraco. Consegue executar bem seu trabalho, sem usar a violência.

Corá (Victor Hugo): Israelita. Capataz, chefe dos trabalhadores. Presta contas para os feitores egípcios. Corrupto, moralista e não confiável. Não acredita que Moisés seja um libertador enviado por Deus e tenta jogar o povo contra ele. Vai provocar uma rebelião no deserto para desautorizar Moisés e será punido.

Safira (Jennifer Setti): Israelita. Depois de ter sido rejeitada por seu marido Datã, pede para que seu irmão Corá a aceite de volta em casa, já que seus pais morreram. Com a negativa do irmão, Safira é obrigada a se prostituir para sobreviver. Torna-se uma das meninas de Ahmós ao trabalhar na Casa de Senet. Vai se apaixonar por Jairo, mas por conta da profissão, acaba se relacionando também com o pai dele, Apuki.

Hanna (Pérola Faria): Israelita. É cortejada por Datã, que se mostra um homem gentil e apaixonado. Depois que se casa com ele, descobre que seu marido é um monstro insensível e cruel. Vai sofrer em silêncio e sustentar um casamento de aparências por um tempo, até que se apaixona por Bezalel e descobre um amor verdadeiro. Vai ser apedrejada por adultério.

Karen (Anita Amizzo): Egípcia. Prostituta, amiga de Safira. Trabalha na casa de Senet. É apaixonada por Meketre, seu cliente fixo. Com ele tem um filho, Bak. Paga a lavadeira Abigail para tomar conta de seu filho e o visita sempre que pode. Tem adoração por Bak e sofre por não poder lhe dar uma família feliz. Antes de morrer em uma das pragas, pede a Abigail que leve o menino para conhecer o pai, que se surpreende com a revelação.

Ahmós (Carlos Bonow): Egípcio. Assume a propriedade da Casa de Senet após a morte de Bennu. Ahmós usa sua casa para articular segundo suas necessidades e interesses econômicos. Tem acesso aos homens que a frequentam e seus segredos. Por conta disso, possui certo poder já que conhece o lado oculto de seus clientes. Homem amoral e manipulador, lida com suas empregadas como se fossem mercadoria, sem compaixão.

Meketre (Luciano Szafir): Egípcio. Rico comerciante de madeira, tem livre acesso ao palácio. Apaixonado pela esposa, faz tudo por ela, mas não consegue deixar de ver sua amante Karen na Casa de Senet. Pai dedicado. Vai assumir o filho bastardo Bak depois da morte de Karen.

Taís (Babi Xavier): Egípcia. Mulher fútil, mas de bom coração. Divertida, nada parece lhe tirar do sério. É amiga das nobres do palácio. Quer ajudar a serva Ana a se casar com um nobre. Sua vida vai mudar quando descobrir que seu marido tem um filho com outra mulher. Vai assumir a criança e criar como se fosse dela.

Gahijii (Fernando Sampaio): Egípcio. Nobre cozinheiro real do palácio. Considera-se um artista e é muito sensível a qualquer crítica a seus pratos. Está sempre querendo inventar novidades e testar novos ingredientes. Simpático com todos que gostam de sua comida. Sente orgulho de seu filho Chibale, mas não sabe como demonstrar. É muito exigente e quer sempre mais do filho.

Eldade (Paulo Reis): Israelita. Trabalha nas plantações de trigo. Homem simples, humilde, bondoso e sábio, muito temente a Deus. Vai se tornar um dos setenta anciãos escolhidos por Moisés para ajudá-lo a conduzir o povo.

Zelofeade (Felipe Cardoso): Israelita. Homem bom e afável. Diferentemente à maioria dos homens de sua época, é mais sensível aos problemas e questionamentos das mulheres. Terá sempre um olhar mais atento nos julgamentos em que uma mulher esteja envolvida, defendendo seus direitos.

Abigail (Bianka Fernandes): Israelita. Trabalha como lavadeira de egípcios ricos. Não conseguiu engravidar do primeiro marido e foi repudiada. Zelofeade, um bom homem, se apaixonou por ela e casou-se, mesmo sabendo que ela era uma mulher seca. Depois de anos de casamento, serão abençoados com filhas que nascerão durante o êxodo no deserto.

Ikeni (Victor Pecoraro): Egípcio. Não confia nos israelitas e ajuda a persegui-los quando eles saem do Egito. Vai morrer afogado no Mar Vermelho.

Karoma (Roberta Santiago): Núbia. Mulher de muito bom gosto, é responsável por maquiar e cuidar das unhas da rainha. Torna-se confidente da Grande Esposa Real. É tranquila, paciente e dedicada. Ajuda a acalmar o coração de Nefertari.

Simut (Renato Livera): Egípcio. Faz tudo o que Paser manda e o ajuda em suas armações e mentiras. Atrapalhado e sem jeito, vive levando broncas de Paser. Dócil, sofre as humilhações calado. Está sempre se apaixonando por mulheres que nunca será capaz de conquistar. Secretamente, vive tentando acertar feitiços e fórmulas para conquistá-las, sem sucesso.

Anrão (Roger Gobeth/Paulo Gorgulho): Israelita. Homem honesto, digno, honrado e de muita fé. É apaixonado por sua esposa Joquebede e por sua família. Gosta de contar aos filhos Miriã e Arão sobre os antepassados de seu povo. Ensina os filhos a exercerem a fé em Deus e a não se corromperem com deuses pagãos. Arrisca sua vida para que Joquebede consiga salvar o filho e é gravemente ferido.

Puá (Valéria Alencar): Israelita. Parteira que auxilia Sifrá.

Bennu (Iran Malfitano): Egípcio. Dono da Casa de Senet. Vai chantagear Yunet quando ela for morar no palácio, ameaçando contar sobre o seu passado como prostituta. Será morto por conta disso.

Nailah (Maria Ceiça): Núbia. Esposa núbia de Seti I. Negra e muito bela.

Sifrá (Stela Freitas): Israelita. Parteira experiente, temente a Deus. Faz o parto de Moisés. É bem humorada, bondosa e incansável na luta para salvar as crianças hebreias.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.